Saque Imediato do FGTS: nascidos em janeiro já podem sacar

A expectativa é que o pagamento alcance cerca de 4,1 milhões de pessoas nesta etapa, injetando R$ 1,8 bilhão na economia

EBC/Divulgação

Os trabalhadores nascidos em janeiro que não possuem conta poupança na Caixa Econômica Federal já podem sacar até R$ 500 de cada conta vinculada, ativa ou inativa. A liberação do Saque Imediato do FGTS foi feita pela instituição financeira na última sexta-feira (18).

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o banco vem fazendo o maior pagamento da história de forma bem-sucedida. “Já pagamos até agora 36,9 milhões de brasileiros, o que já é bem superior do que todo o pagamento de cinco meses da versão passada (26 milhões de trabalhadores). Sendo que aqui, 82% resgataram pelo celular”, afirmou.

Segundo a Caixa, já foram pagos, em apenas um mês, mais de R$ 15 bilhões em crédito em conta para quase 37 milhões de trabalhadores. Quem tem conta poupança aberta até 24/07/2019 ou optou pelo crédito em outro tipo de conta do banco recebeu o dinheiro automaticamente.

Os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 28 bilhões para a economia este ano. Para 2020, ainda pelo calendário do Saque Imediato, o valor adicional previsto é de cerca de R$ 12 bilhões. Mais de 96 milhões de trabalhadores têm direito ao saque dos recursos, conforme regulamentado em 24 de julho de 2019, quando foi editada a Medida Provisória 889/2019.

Canais

Os saques de até R$ 500 estarão disponíveis nas casas lotéricas e nos terminais de autoatendimento, para quem possui senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui apresentando documento de identificação.

“O saque de até R$ 500 pode ser feito na casa lotérica sem o cartão cidadão, mas com a senha. Para os saques de até $100, a Caixa  mais uma vez facilitou, tornou simples, para os mais humildes e aqueles que não dispõem do cartão e senha, para que possa sacar apenas com a identidade nas casas lotéricas. São mais de 20 milhões de trabalhadores nessa condição”, explicou o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias, Paulo Henrique Angelo.

Para agilizar o atendimento, a Caixa orienta que o trabalhador esteja com sua Carteira de Trabalho em mãos no momento do saque. “A Carteira de Trabalho não é obrigatória para o saque. Recomendamos que o trabalhador a leve para o caso de ser necessário para alguma verificação e atualização de cadastro”, pontuou Paulo Angelo.

As dúvidas sobre valores e direito ao saque podem ser consultadas no aplicativo FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site fgts.caixa.gov.br ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800 724 2019, disponível 24 horas. Até o momento, a Caixa já contabilizou 127 milhões de acessos ao site FGTS, 13 milhões de downloads do aplicativo, 54 milhões de ligações no telesserviço exclusivo, e 93 milhões de acessos ao menu do FGTS no Internet Banking.

Com informações da Caixa Econômica Federal