São Paulo registra primeiro caso de zika — febre ‘prima’ da dengue

ter um ápice de prazer por dia reduz em 22% chances de desenvolver câncer de próstata, revela estudo

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou nesta sexta-feira o primeiro caso da febre zika, doença parecida com a dengue. Um homem de 52 anos, morador de Sumaré, região de Campinas, no interior, apresentou teste positivo para a doença.

Transmitido pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito da dengue, o vírus zika já infectou dezesseis pessoas em dois Estados brasileiros — Rio Grande do Norte e Bahia. Os sintomas da doença são dores nas articulações, no corpo e na cabeça, febre, náuseas e diarreia. Além disso, o doente também pode apresentar fotofobia, conjuntivite e erupções na pele.