Santuário em MT lança campanha para arrecadar R$ 95 mil e construir espaço para abrigar elefanta que está na Argentina

Elefanta africana Kenya está em um zoológico na Argentina e deve ser levada para Mato Grosso — Foto: SEB/Divulgação

O Santuário de Elefantes do Brasil (SEB), localizado em Chapada Guimarães, a 65 km de Cuiabá, lançou, nessa segunda-feira (2), mais uma campanha para conseguir arrecadar R$ 95 mil e construir um espaço para abrigar uma nova ‘moradora’: a elefanta africana chamada Kenya, que está em um zoológico na Argentina.

Na semana passada o SEB recebeu a quinta elefanta do local: Lady, que morava no Parque Zoobotânico Arruda Câmara, em João Pessoa (PB) e enfrentou uma viagem de 3,2 mil km até Mato Grosso.

A nova campanha, chamada de ‘Cercas, Recintos e Elefantes!’, foca no resgate da elefanta Kenya.

O SEB trabalha, atualmente, na construção da primeira fase do habitat para fêmeas africanas.

A ideia é receber Kenya nesse espaço. A campanha é feita por doações pela internet.

Ela é uma fêmea de 32 anos, que vive completamente sozinha em Mendoza, na Argentina. O zoológico que a abriga, já concordou com sua transferência ao Santuário. É necessário somente finalizar a primeira fase do recinto.

O recinto é construído com tubos de aço, reciclados, usados na perfuração de petróleo.

O Santuário, então iniciou uma nova campanha de arrecadação de fundos, para a aquisição de mais um carregamento de tubos de aço, no valor total de R$ 95 mil.

“Em função disso necessitamos do maior número de doadores que nos ajudem com todos os custos operacionais, altíssimos, tornando possível a continuidade do trabalho do Santuário. A ajuda de nossos apoiadores é muito importante em todas as fases do processo, desde a construção da estrutura física, até os resgates”, detalhou o santuário.

Da direita para a esquerda, em ordem de altura: Rana, Maia e Ramba, moradoras do Santuário dos Elefantes do Brasil (SEB) — Foto: SEB/Divulgação

Da direita para a esquerda, em ordem de altura: Rana, Maia e Ramba, moradoras do Santuário dos Elefantes do Brasil (SEB) — Foto: SEB/Divulgação

O Santuário

Guida e Maia, outra elefanta, foram os primeiros elefantes do santuário e chegaram em Mato Grosso em outubro de 2016. Elas eram atrações em shows de circos na Ásia, foram resgatadas e estavam vivendo em um pequeno sítio em Minas Gerais antes de serem levadas ao santuário em Mato Grosso.

Também vivem no local Ramba, Rana e, agora, Lady. A elefanta Guida morreu em junho deste ano.

A área para onde elas foram levadas foi comprada pela ONG Internacional Global Sanctuary for Elephants em maio de 2015, depois de quase dois anos de procura.