Santa Casa suspende serviços eletivos prestados pelo SUS em Rondonópolis

Santa Casa suspende serviços eletivos prestados pelo SUS em Rondonópolis
Foto: Arquivo



O corpo clínico da Santa de Misericórdia decidiu nesta quinta-feira (6) paralisar todos os serviços eletivos realizados pelos SUS no hospital.

Somente os serviços de urgência/emergência permanecem com atendimento no hospital.

De acordo com o documento assinado pela diretoria, a paralisação é devido ao atraso dos repasses da Prefeitura de Rondonópolis que custeiam aos serviços ofertados pelo hospital aos pacientes do SUS, bem como em razão do pagamento parcial da Média e Alta complexidade.

“Considerando ainda a mudança na forma de pagamento das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), em razão da portaria nº112/2017 da Secretaria Estadual de Saúde, que acarretou em um déficit ao hospital, o Corpo Clínico da Santa Casa encontra-se há 05 meses sem receber os pagamentos. Sendo que foi acordado com o gestor do SUS que este repassaria a Santa Casa o pagamento de uma competência integral todos os meses”, diz o documento.

O corpo clínico do hospital alerta que a situação é insustentável , e que além disso o atraso já está impactando em algumas especialidades, as quais, já não conseguem mais, completar suas escalas de plantonistas para atendimento dos clientes do SUS.

“Infelizmente, tais atrasos estão inviabilizando a manutenção destes serviços no hospital, não restando alternativa outra, se não, a de paralisar os diversos serviços de atendimento aos SUS. Portanto, os serviços eletivos estão suspensos, permanecendo os atendimentos de urgência/emergência e para as unidades que encontram-se com pacientes – unidades de terapia intensiva – estas que terão seus serviços suspensos gradativamente, sem que haja prejuízo para os pacientes que lá encontram-se internados”, conclui a nota assinada pelo Diretor Clínico.

 

Prefeitura Responde

Em nota, no entanto, a Prefeitura informa que os repasses estão em dia.

Veja nota na íntegra:

“Sobre a paralisação dos médicos da Santa Casa de Misericórdia, a Prefeitura de Rondonópolis informa que faz os repasses em dia e está regular com suas obrigações”.