Rui Prado rebate Fávaro e lembra que papel de vice é de ajudar o governo

Rui Prado rebate Fávaro e lembra que papel de vice é de ajudar o governo

Candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Pedro Taques (PSDB), o produtor rural Rui Prado (PSDB) reagiu aos ataques do ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), que deixou a gestão em abril de 2018 e passou a criticar as ações realizadas.

Para ele, o papel de vice-governador é de ajudar no bom andamento do governo.

“Eu estava do outro lado, vi o que o Pedro fez pelo Estado e estou com ele. Agora, ele que estava lá dentro, podia dar a sua contribuição, ajudar, não fez nada”.

“Pelo contrário, saiu falando mal de algo que ajudou a construir. O vice deve ser um parceiro. Palavra de um futuro vice-governador para um ex-vice-governador”, enfatizou Rui.

Para ele, Fávaro não mostrou sua lealdade ao governador e ao governo do qual fez parte por mais de três anos, quando colocou um projeto pessoal acima do compromisso com a transformação de Mato Grosso, proposta pelo governador tucano.

“O Fávaro estava junto, se não concordava deveria expor sua opinião e não ter usado o governo por tanto tempo. As pessoas não conseguem entender. Até dias atrás ele estava no governo, dizia se orgulhar disso. Também era um dos interlocutores do agro junto ao Governo.”, disse.

Segundo Rui Prado, as críticas são incompreensíveis porque Fávaro, fez parte do governo como secretário de Estado, comandou a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), onde ficou de 2016 ao final de 2017.

“Fávaro não pode dizer que era um vice decorativo porque ele estava dentro do governo e seu papel deveria ser o de ajudar ainda mais o governador. Defender posições com coerência e não agir da forma que agiu. O povo ainda não assimilou isso”, finalizou.