Rondonópolis tem 37 candidatos aptos para disputa de dez vagas de conselheiro tutelar

Rondonópolis tem 37 candidatos aptos para disputa de dez vagas de conselheiro tutelar

O Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) divulgou a lista das inscrições deferidas de candidatos aptos a disputar a eleição unificada dos membros dos Conselhos Tutelares 2020/2023 de Rondonópolis.

A lista com os candidatos aptos foi divulgada na edição de nº 4.507 do Diário Oficial de Rondonópolis (DioRondon), publicado nesta sexta-feira, no portal da Prefeitura de Rondonópolis: www.rondonópolis.mt.gov.br.

A eleição acontecerá no dia 6 de outubro e a partir deste sábado (10) os candidatos aptos estão liberados para iniciarem a campanha junto à comunidade, pedindo votos.  A campanha eleitoral segue até o dia 3 de outubro. As condutas permitidas e vedadas no pleito eleitoral deste ano aos candidatos a conselheiros também foram publicadas no DioRondon, nesta sexta-feira.

Ao todo, são 37 candidatos concorrendo ao cargo de conselheiro dos dois Conselhos Tutelares de Rondonópolis, o da área central e o da Vila Operária.Cada Conselho Tutelar é composto por cinco conselheiros que possuem, respectivamente, cinco suplentes. Assim, em Rondonópolis, serão escolhidos 20 candidatos. Toda a eleição acontece sob a responsabilidade do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Qualquer pessoa pode votar, desde que esteja em dia com suas obrigações eleitorais. Conforme a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, Francyslene Pereira Neves, os dez mais bem votados ocuparão o cargo de conselheiros e, na sequência, os próximos dez serão suplentes de cada um deles respectivamente, sendo divididos entre os dois conselhos existentes no município.

Para concorrer ao cargo de conselheiro, o candidato deve ser maior de 21 anos, ter ensino médio completo, residir no município há pelo menos dois anos, ser eleitor na localidade para a qual concorre e ter a idoneidade moral comprovada. Com remuneração de R$ 3.290,00, os conselheiros tutelares cumprem carga horária de 40 horas semanais e assumem suas funções a partir de janeiro de 2020.