Rondonópolis perde médico Antônio Carlos Camacho

O médico Cirurgião Gastro aposentado Antônio Carlos Camacho, 72 anos, faleceu por volta das 13h30, horário local de ontem (19), no Hospital Hcor em São Paulo, vítima de complicações pulmonares após enfrentar a Covid-19. 

A informação é do jornal A Tribuna. 

De acordo com informações de familiares, ele foi contaminado pela Covid-19 na segunda quinzena do mês de dezembro do ano passado, no entanto, desde o dia 1° de janeiro desde ano, estava internado em São Paulo.




“Ele tinha comorbidades como diabetes e pressão alta. Venceu a Covid-19, mas ficou com sequelas no pulmão e não conseguiu se recuperar. Ele morreu não de Covid, mas das sequelas”, disse a filha Patrícia Camacho, que também é médica. 

Antônio Carlos Camacho era casado com Regina Sousa Aguiar. Ele deixa três filhas e sete netos. Atualmente residia na Vila Aurora, na região do shopping da cidade. Ele era nascido na cidade de Ribeirão Preto e após se formar na profissão de médico, se mudou para Rondonópolis onde exerceu a profissão no antigo Hospital São José.

Ele também foi dirigente do Sindicato Rural e ainda diretor da Fapemat no primeiro mandato do ex-governador Blairo Maggi.