Rondonópolis é destaque em audiência realizada pela Comissão de Saúde da ALMT

Picture of Da Assessoria

Da Assessoria

Divulgação

Rondonópolis é destaque em audiência realizada pela Comissão de Saúde da ALMT

Compartilhe:

O bom trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Rondonópolis no setor de nefrologia da cidade, tem repercutido favoravelmente nos segmentos de saúde pública do estado e resultou em reconhecimento pela Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso – AL/MT, que convidou a SMS, para um debate e uma palestra, na audiência pública realizada nesta terça-feira (5) na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa na capital Cuiabá (MT). 

A secretária adjunta de  Saúde de Rondonópolis Magda Soares Aires Braga representou a secretária Ione Rodrigues no evento e realizou uma palestra abordando o tema: “Estudo sobre o custo atual dos serviços de hemodiálise em serviço público sob gestão municipal”. 

Na verdade, a cidade tem se destacado no segmento de nefrologia pelo seu bom desempenho na gestão do setor, bem como por se constituir num ‘case de sucesso’ em razão dos ótimos resultados obtidos nos tratamentos e custeio dos serviços oferecidos pelo município. 

Ao contrário de muitos municípios, Rondonópolis assumiu a questão de forma diferenciada, adquirindo as máquinas de diálise, bem como todo o instrumental necessário para a prestação dos serviços de nefrologia e saiu da dependência do serviço terceirizado, oferecendo um serviço público de qualidade mais eficiente e confiável aos seus cerca de 298 pacientes. 

Em razão disso o município foi convidado pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT), Presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social para expor a sua metodologia e trocar experiência com as demais  secretarias de saúde do estado. 

DIÁLOGO E TROCA DE INFORMAÇÕES

Conforme os organizadores, o objetivo da audiência era fomentar o diálogo e a troca de informações entre os diversos atores envolvidos em ação de promoção à saúde, prevenção ao adoecimento, diagnóstico precoce e tratamento das pessoas. 

Entre as propostas, destaque para o debate sobre a situação das pessoas que vivem com doenças renais crônicas, considerando a necessidade de implementar as ações de promoção à saúde para prevenir  a hipertensão e diabetes, e organizar a rede de atenção primária e de apoio diagnóstico para diagnóstico precoce das pessoas com comprometimento renal. 

Ainda segundo os organizadores, este debate público também visa, organizar a rede de atenção às pessoas que necessitam da terapia renal substitutiva considerando a descentralização dos serviços, a sustentabilidade financeira dos serviços de hemodiálise no estado, bem como, o estabelecimento de fluxo para assegurar aos pacientes em hemodiálise, atendimento às urgências e hospitalização em serviços de referência. E, implementar o acesso aos pacientes para transplante renal, melhorando o acompanhamento ambulatorial e o acesso aos medicamentos dos pacientes transplantados. 

A audiência contou com palestrantes importantes como: Fábio Lago – Consultor em Saúde da Empresa Facilita que falou sobre: “Análise sobre o financiamento federal e o custo médio de serviços de hemodiálise no estado de Mato Grosso”; e ainda, Fabiana Cristina da Silva Bardi – Secretária Adjunta de Regulação -SES/MT, que versou sobre: “Panorama Geral sobre os serviços de terapia renais substitutivas e o número de pacientes atendidos em sessões de hemodiálise no Estado”. 

Além da palestrante rondonopolitana Magda Aires,   do coordenador do Centro de Nefrologia de Rondonópolis, Vandeberg Rodrigues de Almeida, e da Superintendente da Rede Municipal de Saúde Stephany Paiva, também participaram da audiência,  o Dr. Luiz Guilherme Baster de Figueiredo – Presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia – Seccional de Mato Grosso; e Marineze de Araújo Meira – Secretária Municipal de Saúde de Diamantino-MT, entre outros.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp