Rondonópolis aparece em ranking do MPE entre as cidades com menor cobertura vacinal

Picture of Redação Primeira Hora com informações da Assessoria do Ministério Público

Redação Primeira Hora com informações da Assessoria do Ministério Público

Rondonópolis aparece em ranking do MPE entre as cidades com menor cobertura vacinal

Compartilhe:

Monitoramento realizado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Projeto Vacinômetro, aponta alterações no ranking dos 42 municípios com as piores taxas de vacinação. Enquanto 20 saíram da lista, outros oitos reduziram a cobertura vacinal e entraram no ranking dos piores.

A cidade de Rondonópolis aparece neste ranking, conforme o apurado pelo PRIMEIRA HORA em 13 das 15 categorias avaliadas pelo Ministério Público. A cidade, por exemplo, teve a pior cobertura vacinal com relação à  tríplice viral em crianças menores de 2 anos.

Em outras categorias a cidade fica entre as cinco piores como é o caso da cobertura vacinal da pentavalente em crianças menores de um ano , poliomielite em crianças menores de um ano, vacinal febre amarela em crianças menores de um ano ,hepatite A em crianças menores de dois anos e varicela em crianças menores de dois anos.

Coordenador do Vacinômetro, o procurador de Justiça José Antônio Borges Pereira ressalta que o monitoramento tem por objetivo dar subsídios aos promotores e promotoras de Justiça para que atuem junto ao poder público local para elevar os índices de vacinação entre crianças, adolescentes e idosos. O procurador destaca a importância de sensibilizar a população sobre a eficácia das vacinas.

“A polarização e a ideologização na pandemia da Covid reforçaram a falsa informação de que a vacina é prejudicial à saúde. Precisamos, urgentemente, reverter esta percepção equivocada para que volte a prevalecer a cultura da prevenção e valorização dos avanços da ciência, principalmente em relação à importância das vacinas”, afirmou o titular da Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Cidadania, Consumidor, Direitos Humanos, Minorias, Segurança Alimentar e Estado Laico.

Confira aqui o documento com os dados das cobertura vacinal do Ministério Pùblico.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp