Rogério Ceni renova contrato até fim do ano

Rogério Ceni fica no São Paulo até 31 de dezembro deste ano. Como era esperado, o goleiro do Tricolor, de 42 anos, acertou a renovação com a diretoria do clube. Inicialmente, o Mito encerraria a carreira no dia 6 de agosto, mas foi convencido a continuar por mais alguns meses.

– O São Paulo tem o prazer de anunciar a renovação de Rogério Ceni. Vou colocar no meu currículo que renovei o contrato do Rogério duas vezes – anunciou o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, em entrevista na manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Como disse o cartola, é a segunda vez que o goleiro tem seu contrato renovado com o clube em menos de um ano. No fim da temporada passada, ele já tinha estendido o vínculo para disputar a Libertadores – o São Paulo foi eliminado nas oitavas de final, contra o Cruzeiro, mesmo com o capitão tendo defendido duas cobranças na disputa de pênaltis.



Logo após a entrevista coletiva de Carlos Miguel Aidar, o goleiro também falou sobre a permanência no clube, em vídeo publicado nas redes sociais.

– Olá, torcedor são-paulino. Gostaria de expressar minha alegria e felicidade por estar junto com vocês até dezembro de 2015. Tenho certeza que com a chegada de um novo treinador esse grupo vai dar uma resposta muito bacana e positiva. Encerraremos esse ano da maneira que todo são-paulino espera e merece: brigando pelo título Brasileiro e, Deus queira, sendo campeão. Obrigado – disse o Mito.

Agora, até o fim do ano, Ceni terá mais duas chances de conquistar o último título de sua carreira no clube, que começou em 1990: a Copa do Brasil, inédito para ele e para o São Paulo, e o Campeonato Brasileiro, em que participou de três das seis conquistas tricolores (2006, 2007 e 2008).

Até o final do ano, se o São Paulo avançar até a decisão da Copa do Brasil, o camisa 1 terá 41 jogos pela frente. Se jogar todos, atingirá a incrível marca de 1.255 partidas pelo clube, mais do que o dobro do segundo colocado, o também goleiro Valdir Peres, que fez 617 partidas pela equipe do Morumbi.

Desde o início da semana, clube e jogador estavam alinhando os últimos detalhes para o acordo. O São Paulo pretende atrelar a imagem do atleta mais identificado com a torcida ao novo programa de sócios para gerar mais receitas e crescer o número de cadastrados – atualmente perto de 56 mil, de acordo com dados do site "Movimento por um Futebol Melhor".

Nos últimos jogos, a torcida tricolor vinha gritando pela renovação do Mito nas arquibancadas. O marketing tricolor estava está envolvido no processo e conversou com Ceni no fim de maio para programar ações em homenagem ao ídolo.

Porém, depois do clássico contra o Santos, na última quarta-feira, Ceni pareceu incomodado ao falar sobre a possibilidade de renovação baseada em uma estratégia de marketing. Ele disse que gostaria de continuar por causa de suas qualidades técnicas.

Na última quinta-feira, Aidar esteve no CT da Barra Funda e conversou com o ídolo justamente para esclarecer a situação. No bate-papo, o presidente e Ceni se entenderam sobre as ações de marketing, programadas para acontecer nos horários de trabalho do goleiro. O "M1T0" não gostou das declarações dadas pelo mandatário sobre "almoços e jantares" com torcedores, e disse que sequer tinha tempo para estar com os familiares. Após a conversa, eles praticamente selaram a prorrogação.

Ao anunciar a renovação, Aidar não revelou detalhes do novo contrato. Ele apenas disse que Rogério Ceni é "uma marca muito expressiva para o São Paulo Futebol Clube". Mas os moldes são os mesmos do antigo vínculo e o documento estava pronto para ser assinado há alguns dias.

O goleiro tem 128 gols marcados pelo clube – o primeiro foi marcado em 1997, de falta, contra o União São João, em Araras. Com o tento de pênalti feito no clássico de quarta, ele igualou o também ídolo Raí na 10ª posição da lista de maiores artilheiros tricolores. Acima deles está Maurinho, com 136. Serginho Chulapa é o primeiro, com 242.