Representante da Associação Alemã de Assistência à Hanseníase elogia programa desenvolvido pelo município

representante da associação alemã de assistência à hanseníase elogia programa desenvolvido pelo município

O representante no Brasil da Associação Alemã de Assistência Social aos hansenianos e tuberculosos, Manfred Robert Gobel, esteve na manhã desta segunda-feira (04) na Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis, acompanhado da ex-coordenadora da mesma instituição, Evelyn Jovavovic.

Ambos foram recebidos pela secretária Izalba Albuquerque e sua equipe. O encontro foi marcado por uma troca de experiências, onde Manfred pode explanar como o sistema de saúde funciona na Alemanha, também falarem sobre a parceria entre Prefeitura e Associação que é celebrada desde 1979 para o enfrentamento da Hanseníase.

Na oportunidade Manfred elogiou o trabalho que vem sendo realizado por parte do município no combate à doença. O alemão anunciou que em janeiro de 2019 irá se aposentar, mas não irá parar de desenvolver completamente as atividades em torno do programa, e sente que sua missão em Rondonópolis foi cumprida.

“Quando cheguei não tinha nada aqui, não havia tratamento para a hanseníase, apenas internação compulsória. Os pacientes eram recolhidos pela polícia e levados para Campo Grande, para o Hospital São Julião e muitos de lá não saiam nunca mais”, relembra Manfred.

Neste período, o representante da Associação relatou que havia apenas um posto de saúde e que não tinha condições de atender. Mas com o tempo, com a implantação do programa, que era bancado totalmente por alemãs, foi formando locais de atendimento e pequenos postos de saúde para alcançar a população, principalmente na área rural, onde muitos se escondiam, temendo serem presos.

“Com o tempo tudo se encaminhou. A Associação doou na época uma carreta de equipamentos e aos poucos o município foi assumindo os trabalhos. Hoje o programa é referência no Ministério da Saúde”, comemora Manfred.