Regiões Norte, Sudeste e Centro-Oeste recebem R$ 4,7 milhões para o programa Lixão Zero

Recursos serão utilizados para a aquisição de equipamentos e veículos especializados para reciclagem

Surgimento de lixões está ligado à falta de recursos e educação
Arquivo/Wilson Dias/Agência Brasil

Cerca de R$ 4,7 milhões foram liberados pelo Ministério do Meio Ambiente para ações do programa Lixão Zero nas regiões Norte, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Os recursos serão distribuídos entre municípios dos estados de Tocantins, Espírito Santo e Minas Gerais e do Distrito Federal.

Os recursos serão utilizados para a aquisição de equipamentos e veículos especializados para reciclagem visando a melhorar a coleta seletiva nas regiões. Mais de 3,4 milhões de brasileiros serão beneficiados pela gestão de resíduos adequada nessas localidades.

Nos municípios de Anchieta (ES) e de Guaxupé (MG), os recursos serão investidos na aquisição de caminhões especiais de coleta seletiva. Anchieta também terá 28 ecopontos instalados nas escolas e comércios da região.






Em Palmas (TO) e no Distrito Federal, a aquisição de máquinas e equipamentos implementará a triagem dos resíduos sólidos. Além disso, também serão prestados serviços de consultoria e incentivo para sistemas de coleta.

A aquisição dos novos equipamentos potencializará o funcionamento das Centrais de Triagem de Resíduos Sólidos e da Central de Comercialização de materiais recicláveis no DF. Com essas medidas, a manutenção e controle administrativo são fortalecidos, garantindo maior eficiência na gestão do lixo.

Com informações do Ministério do Meio Ambiente