Rede VPN ajuda a proteger dados de lojistas e de clientes

Utilizar uma rede VPN pode ser a melhor forma de oferecer segurança aos consumidores. Entenda porque este recurso é positivo para seu negócio.

Pixabay

Oferecer um bom atendimento ao consumidor vai além de ter um catálogo de produtos atrativos. Pensar na proteção dos dados que o cliente disponibiliza ao fazer uma compra é fundamental no momento que vivemos, em que todo o mercado gira em torno de informações. Diante disso, muitos comerciantes passaram a utilizar a Rede VPN, que ajuda a proteger não só os dados dos clientes, mas também do negócio. Mas como funciona para as empresas?

O que é VPN?

Antes mesmo de explicar as vantagens desse tipo de recurso é necessário entender o que é VPN. VPN é a sigla de Virtual Private Network, ou Rede Virtual Privada. De forma resumida, trata-se de uma rede utilizada para proteger um usuário em uma rede Wi-Fi de ataques hackers, roubos de informações ou outras ameaças online, além de permitir o acesso remoto à centros de dados distantes com segurança.



A rede VPN é interessante porque cada vez que alguém se conecta à sua rede de internet utiliza o seu endereço IP, que é como a identidade na internet. Se essa pessoa inserir dados, fazer login ou entrar na conta bancária em uma Wi-Fi sem proteção, corre riscos de ter suas informações expostas. Com a VPN, tudo que é feito é criptografado, garantindo assim que o uso da internet é seguro.

Existem vários serviços de VPN disponíveis na internet, incluindo algumas versões básicas gratuitas. Entretanto, vale a pena procurar uma empresa de confiança que forneça esse serviço particular, uma vez que as versões pagas costumam ser mais completas. Na hora de escolher uma marca, veja se a mesma entende o que é VPN e quais são as vantagens de contratar determinado pacote.

Como a rede VPN pode ser positiva para o seu negócio?

Se você tem um loja ou um estabelecimento comercial, certamente já ouviu a seguinte pergunta vinda de um cliente: “qual é a senha da Wi-Fi?” Para muitas pessoas, contar com conexão é requisito básico para permanecer em um ambiente. Agora, imagine se esse cliente precisa encarar um arquivo malicioso graças ao acessa à sua rede. Seria péssimo para a marca, não é mesmo?

Se até mesmo o roteador da Wi-Fi pode pegar vírus online, cabe ao empresário se preparar para evitar situações desagradáveis. E esse é o primeiro aspecto que a VPN pode ser positiva para o seu negócio: oferecer conexão totalmente segura para os clientes. Assim, mesmo que eles acessem contas bancárias, e-mails ou redes sociais, nenhum dado pessoal corre risco de cair em mãos erradas.

Um segundo aspecto positivo para o negócio está na segurança para os profissionais e as informações da própria empresa. Sejam patentes, registros confidenciais e até os dados de cadastros dos clientes, tudo fica protegido ao acessar a internet por meio de VPN. Com uma rede privada, os funcionários deixarão de utilizar a rede pública ligada ao sistema, o que diminui as chances de roubos e invasões de hackers.

Por fim, para quem precisa conectar profissionais em diferentes pontos do mapa, como empresas que enviam representantes comerciais para outras cidades, o acesso à rede VPN permite conectar sem riscos ao banco de dados da organização. Ou seja, o funcionário pode ter a tranquilidade de visualizar contratos, informações dos clientes e outros dados, sem a preocupação de estar sendo “observado”.

Tudo é experiência para o consumidor

Não importa se você tem uma loja de roupas, eletrônicos ou um restaurante: o que faz a diferença para o consumidor é a experiência – e tudo é experiência. Por isso, se você se propõe a oferecer uma rede Wi-Fi para os clientes ou quer manter um banco de dados cadastrais, precisa se preocupar com a segurança, uma vez que isso também faz parte de uma compra.

A medida que a tecnologia avança, novos riscos surgem para quem utiliza a internet. E já que ficar sem conexão não é uma opção, especialmente com a quantidade de sistemas que dependem do mundo online para funcionar, a solução para o lojista é pensar em métodos de proteção de dados.

Na hora de optar por um serviço VPN, lembre-se de levar em consideração os protocolos de segurança, locais de saída, registro de informações, ação contra vírus e proteção para aplicativos móveis. Dessa forma, todo o seu negócio terá um bom nível de segurança e você pode focar em outros aspectos da experiência do cliente.