Recém-nascida tem alta e é curada de Covid-19 em Cuiabá após mãe ser internada por causa da doença

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a análise clínica detectou Covid-19 na bebê, que foi tratada e está curada da doença.

Recém-nascida foi curada da Covid-19 em Cuiabá — Foto: Divulgação

Ana Beatriz Albuquerque Correa Porto nasceu no dia 23 de junho com 34 semanas, em Colíder, a 648 km de Cuiabá.

A mãe dela, Patrícia Beatriz Albuquerque, se contaminou com Covid-19 e, por isso, Ana Beatriz nasceu prematura.

A bebê ficou 9 dias internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) depois de ter contraído a doença pela mãe e teve alta na sexta-feira (3).

Após Ana Beatriz nascer, ela foi transferida para Santa Casa de Cuiabá no dia 24 de junho e ficou internada na UTI para tratamento de Covid-19.

Recém-nascida foi curada de Covid-19 em Cuiabá e equipe do hospital Santa Casa comemora alta médica — Foto: Divulgação

Recém-nascida foi curada de Covid-19 em Cuiabá e equipe do hospital Santa Casa comemora alta médica — Foto: Divulgação

Ela está sob cuidados da tia Ana Paula Moreira Machado, pois a mãe está internada na UTI do hospital Ruy Azeredo, em Goiânia.

Ana Paula conta que é de Pontes e Lacerda e foi para Colíder dar apoio pra cunhada.

No momento em que ela foi encaminhada pra Goiânia, foi para Cuiabá cuidar da bebê. Patrícia teve eclâmpsia e Covid-19.

O quadro dela se agravou, ela precisou ser entubada e ficar em coma induzido. A tia conta que mesmo com a doença, Ana Beatriz nasceu forte.

“Ela não precisou de ajuda de aparelhos pra respirar, ela chorou no primeiro momento, mas nasceu um bebê forte. No hospital estadual Santa Casa, a Ana Beatriz foi muito bem cuidada muito amada a todo tempo que ela esteve lá”, afirma Ana Paula.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), a análise clínica detectou Covid-19 na bebê, que foi tratada e está curada da doença

A direção informou que ela passou pelo tratamento, pois manifestava todos os sintomas e a mãe foi diagnosticada. Todo o tratamento seguiu os protocolos da Covid-19.

Até o momento, Patrícia ainda está internada em estado grave na UTI.