Projetos de robótica atraem estudantes na Feciti


Um relógio que quando se movimenta abre e fecha o reservatório de água de uma estufa que ao marcar 21º C ativa o sistema de refrigeração com ventiladores e ainda ativa o sistema de irrigação.

O projeto que está em exposição na Feira de Ciências, Inovação e Tecnologia (Feciti) até hoje às 18 horas tem atraído a atenção dos alunos. A solução apresentada pelos alunos da Escola de Tecnologia Happy Code foi apontada para resolver dois problemas: superaquecimento e falta de irrigação.

Todo o processo é gerenciado por computador e tem como base a robótica com programação de placas micro bit o que surpreendeu Elvis Dalessandro do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Edith Pereira Barbosa.

“Gostei do movimento do relógio abrindo e fechando a tampa do reservatório de água”. Os olhos de Elvis acompanhavam surpresos os movimentos do relógio no pulso do colega e a tampa de isopor me movendo e demonstrando o poder da tecnologia.

Karina Carvalho de Oliveira, que cursa o 6º ano da Escola Antônio da Silva gostou da casa automatizada, neste caso, a rega do jardim é que destrava e abre a porta da casa. No protótipo apresentado, o processo da rega começa na caixa de água, passa pela irrigação e diante do solo molhado a porte é aberta. “Gostei da automação da porta que abre sozinha quando a rega acaba”, afirmou.

O game de bullying encantou um grupo de alunos da Escola Pindorama. “É muito interessante o jogo porque muitos alunos sofrem com isso nas escolas e desta forma podemos ajudar essas pessoas a superarem este problema. Sabemos que é difícil para quem sofre, muitas vezes elas crianças sofrem sozinhas, mas com isso podem se abrir, conversar e aprender a superar”. No jogo, a criança que sofre bullying retribui com ações generosas modificando o ambiente social.

Para Nagia Zaher, diretora da Happy Code, a feira está superando todas as expectativas. “Vemos no olhar dos alunos que nos visitam a alegria e a surpresa diante dos projetos de robóticas, mesmo porquê todas as iniciativas têm como base um problema social a ser resolvido, seja o bullying, a segurança de dados que é demonstrada no game que as crianças fizeram de barreiras para antivírus ou nos de meio ambiente. Os alunos estão motivados e isso é muito importante para que continuem no caminho da inovação”.

Os projetos da Happy Code estarão disponíveis para visitação na Feciti até as 18 horas de hoje (3). Nos boxes 57, 75 e 77.