Projeto que garante acompanhamento à mulher em tratamento ginecológico é aprovado em Rondonópolis

Projeto que garante acompanhamento à mulher em tratamento ginecológico é aprovado em Rondonópolis

A Câmara de Vereadores aprovou o projeto da vereadora Marildes Ferreira (PSB) que garante às mulheres o acompanhamento por uma enfermeira, técnica ou até mesmo uma parente, durante procedimentos ginecológicos, nas unidades de saúde de Rondonópolis, privadas ou públicas e a mulher estando sedada ou não.

Para Marildes a proposta é um avanço, mas muito ainda precisa ser feito, para evitar todo e qualquer tipo de assédio.

A vereadora ainda foi mais longe e explicou que, no passado, foi vítima de assédio em um consultório médico. “Eu vim aqui e me levantei, e peço para que todas as mulheres, não aceitem e se levantem, por isso o nosso projeto chama-se Levante Muher”, disse a vereadora.

“Chama Levante Mulher justamente para chamar a atenção das mulheres para que se levantem do silencio”, completou.

A parlamentar destacou que não generaliza a situação e que vê profissionais comprometidos e outros não. “ Só a mulher que sofreu assédio moral ou sexual sabe os danos que nos causam para o resto das nossas vidas”, resumiu.

Marildes cobrou agora que o prefeito encaminhe a Lei para sanção para que o projeto passe a ter validade.

O projeto não havia entrado na pauta por falta de um parecer de uma comissão na sessão de quarta-feira. Indignada, Marildes cobrou a entrada da matéria em regime de urgência para a aprovação da mesma. “Quero agradecer os vereadores que entenderam esse projeto e lembrar que é para todas as mulheres”, completou.

A vereadora completou que com o projeto as mulheres vão se sentir mais seguras para a realização de exames e procedimentos.

Ela ainda lembrou de casos de mulheres que morreram de câncer no útero, por exemplo, justamente em razão de não se sentir segura ou com vergonha de passar por um procedimento.

Noticias Relacionadas