Projeto proíbe suspensão de água e energia em período de pandemia do coronavírus em MT

Lei de autoria do deputado Wilson Santos está em análise no Legislativo

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor do projeto de lei (PL 451/2020) que proíbe, pelo período de 180 dias, o corte dos serviços de distribuição de água, energia elétrica, gás e esgoto em Mato Grosso.

A ideia é preservar a camada mais pobre da sociedade diante dos efeitos da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

“O período de 180 dias serve para que os usuários de tais serviços possam se organizar financeiramente e tenham condições plenas para sanar as necessidades financeiras que venham a enfrentar. É uma medida que beneficia milhares de consumidores, que desde já estão arriscados a perder seu emprego, ou o lucro do seu negócio, e que, portanto, encontrarão dificuldades ou não terão condições de honrar com esses compromissos, realidade essa que já vem acontecendo em muitos lares e empresas”, diz um dos trechos da justificativa do projeto de lei.

Desde março, quando entrou em vigência o decreto de calamidade pública assinado pelo governador Mauro Mendes (DEM) , o deputado Wilson Santos é um dos parlamentares que mais tem atuado na formulação de projetos de leis que dão suporte as camadas mais pobres da sociedade atingidas pelo coronavírus como a não suspensão de planos de saúde por inadimplência.

Também houve indicações ao poder Executivo aprovadas pelo plenário do Legislativo. Uma delas é a recomendação é o acesso a produtos de higienização em bairros periféricos dos municípios de Mato Grosso.