Projeto educativo contra violência e abuso sexual promove passeata em Rondonópolis

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Somente no mês de agosto deste ano, foram realizadas sete audiências de casos que envolviam violência doméstica. Os dados do Fórum de Rondonópolis mostram uma realidade assustadora e sigilosa que mulheres, crianças e idosos sofrem todos os dias. Com o objetivo de alertar para esta situação, centenas de pessoas irão às ruas neste sábado (10) para promover uma passeata como forma de chamar a atenção contra o abuso sexual e a violência doméstica.

A ação faz parte do Cidade Esperança, projeto da Igreja Adventista do Sétimo Dia que promove atividades sociais e humanitárias durante todo o ano e de forma intensa por uma semana. “A passeata recebe o nome de Quebrando o Silêncio e busca despertar a sociedade para a necessidade crescente de se opor a qualquer tipo de violência (física, emocional, abuso sexual).

A saída será da Praça Brasil e o percurso vai até a Praça dos Carreiros, pela Avenida Amazonas. Voluntários distribuirão gratuitamente à comunidade materiais alusivos ao tema”, explica Krysthyann Zeferino, pastor da Igreja Adventista em Rondonópolis.






As ações do projeto Cidade Esperança começaram na quarta-feira (07) em Rondonópolis. Além da realização da passeata contra a violência no próximo sábado, diversos voluntários participaram também da Campanha de Cadastro de Medula Óssea na quinta-feira (08). Instituições como a Casa Esperança, o Sistema Socioeducativo, o Lar dos Idosos e a Penitenciária Major Eldo Sá Correa, conhecida como Presídio Mata Grande, receberam visitas e doações de cestas básicas, livros e Bíblias, na quarta-feira.

No domingo, a partir das 15h, será promovida uma grande Feira de Saúde no Casario, com serviços como aferição de pressão, teste de glicemia e orientações nutricionais. A programação do projeto encerra na próxima segunda-feira (12) com uma grande celebração no Ginásio Santa Terezinha.