Projeto de Max Russi declara de utilidade pública a Associação dos Pequenos Produtores de Espigão do Leste

Projeto de Max Russi declara de utilidade pública a Associação dos Pequenos Produtores de Espigão do Leste


O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa,  deputado Max Russi (PSB),  apresentou Projeto de Lei 370/2019, que declara de utilidade pública a Associação dos  Pequenos Produtores Rurais do Distrito de Espigão do Leste, considerada a região mais produtiva do norte Araguaia.

A proposta foi apresentada a Casa de Leis nessa teça-feira (2), com a meta de que, futuramente, a associação esteja apta a receber verbas públicas e outros benefícios legais.

Trabalhos desenvolvidos junto a comunidade, como atividades de apoio a agricultura, baseadas nos princípios da Economia Solidária, tem fomentado o desenvolvimento social, cultural, educacional, ambiental e político.

“É um Distrito que está crescendo, vem apresentando esse expressivo trabalho e merece que essas famílias sejam beneficiadas com esse suporte”, justificou o parlamentar.

Dentre as principais finalidades, com a aplicação da lei proposta, a intenção é: Promover a comercialização conjunta da produção dos associados, a aquisição de insumos agropecuários e bens de consumo, o desenvolvimento da agricultura alternativa; Participar dos programas governamentais; Representar os produtores junto aos órgãos oficiais e particulares; Promover atividades com grupos de apoio e ação comunitária; Prestar assistência técnica e informação de mercado e Defender os interesses e a posse de seus associados.

Espigão do Leste está localizado às margens da rodovia BR-080, no nordeste de Mato Grosso e pertence ao município de São Félix do Araguaia, a 1.159 km de Cuiabá.

Para o deputado Max Russi, esse seria um passo estratégico para o desenvolvimento da região. “Isso só vem a somar para aquelas famílias. Um passo fundamental para incentivarmos todo o trabalho, que está sendo feito’, avaliou.