Prisão de tatuador suspeito de estuprar cliente é mantida por juiz de Rondonópolis


O tatuador José André Tavares, conhecido como Zezé Tatto, suspeito de estuprar uma cliente na última quarta-feira (29), teve sua prisão preventiva decretada pelo juiz da 5ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis-MT.

O acusado passou por uma audiência de custódia, que corre em segredo de justiça, por se tratar de um crime de estupro e logo em seguida o tatuador foi encaminhado para a Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa (Mata Grande).

Segundo consta em boletim de ocorrência, a jovem teria ido com seu namorado no estúdio do acusado para a realização de uma tatuagem.

Logo na entrada, seu namorado teria sido barrado por questões de prevenção ao Coronavírus e foi onde o tatuador teria pedido para que a vítima ficasse nua, para que pudesse ver melhor a região onde seria feita a tatuagem.

Nesse momento, o acusado teria passado a mão nas partes íntimas da vítima, tentando logo em seguida penetrar seu órgão sexual na mulher.

Desesperada a vítima saiu correndo e foi com seu namorado até a Delegacia de Polícia, onde acionaram a PM que foi até o local e realizaram a detenção do suspeito.

No local foram encontrados drogas, armas, balança de precisão, dinheiro e munição.