Primeira Vítima de “João de Deus” em MT procura o MP

MP de Goiás apresenta segunda denúncia contra João de Deus
Marcelo Camargo/Agência Brasil



Uma mulher que afirma ter sido vítima de abuso sexual cometido pelo médium “João de Deus” foi ouvida pelo Ministério Público Estadual, em Várzea Grande.

O procurador-geral de Justiça, Luiz Alberto Esteves Scaloppe, encaminhou ofício a todos os membros da instituição alertando que os depoimentos colhidos, preferencialmente por áudio e vídeo, deverão ser encaminhados para a Força-Tarefa do Ministério Público de Goiás.

As vítimas residentes em Mato Grosso podem fazer denúncias presencialmente nas Promotorias de Justiça de cada município.

Em Cuiabá, podem procurar, preferencialmente, o Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, localizado na sede das Promotorias de Justiça da Capital.

O MPMT informa que os denúncias também poderão ser prestadas pelo e-mail da ouvidoria no endereço: [email protected], pelo telefone 127 ou de forma presencial na Ouvidoria do MP, localizada na Sede da Procuradoria-Geral de Justiça em Cuiabá.