Presidente destaca trajetória e fala dos desafios à frente da ALMT

| s.j. povo | vereador tenta destravar obras da rodovia do leite

Em um discurso emocionado, o deputado estadual Eduardo Botelho (PSB) assumiu a presidência da Assembleia Legislativa, em cerimônia de posse realizada nesta quarta-feira (1º), no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros. Na oportunidade, Botelho destacou sua trajetória profissional, os desafios à frente do Poder Legislativo e a relação com os Poderes.
“Com humildade e firmeza ocupo essa presidência, com a marca que pretendo imprimir do meu mandato, que é a busca permanente do diálogo franco e objetivo. Tenho a convicção de que hoje não há mais tolerância para excesso de qualquer natureza”, declarou o presidente.
Neste sentido, reafirmou que a Casa de Leis nunca foi tão livre, tendo os projetos do governo apresentados e aprovados, com emendas após ampla discussão. “Digo ao governo que somos parceiros para discutir os projetos de interesse do povo, mas também vamos exigir que os deputados sejam ouvidos. Tratarei o Executivo com a cortesia e a seriedade necessária”, argumentou.
Durante a posse, o presidente falou dos desafios e sacrifícios diante da crise econômica nacional. Adiantou a possibilidade de lutas nem sempre populares, mas sempre em defesa das pessoas e sociedade. E que um Estado firme e forte se constrói enfrentando desafios.
“Neste quadro, a austeridade necessária no governo deverá ser seguida e considerada como momentânea, mas sempre em busca da superação. Teremos a responsabilidade de discutir os desafios da Educação, da Saúde, da Segurança, do Meio Ambiente, da Infraestrutura e Agricultura Familiar, do agronegócio e o bem-estar social”.
Ainda conforme Botelho, o Legislativo é o fórum para a realização de grandes debates para nosso Estado. “Aqui discutimos grandes temas e enfrentamos dificuldades. Nesse sentido, o Parlamento deverá estar sempre de portas abertas e à frente liderando todas as discussões que possam resultar em benefícios para as regiões do Estado”.
Por fim, Eduardo Botelho ainda recordou da sua trajetória profissional, como agricultor, capinador, feirante, vendedor de jornal, estudante, funcionário público, professor, engenheiro e empresário. E se emocionou ao falar das dificuldades que, junto com a sua família, teve que enfrentar ao longo da vida.