Presidente da Frente Nacional em Defesa dos ACS e ACE defende união de forças para atender categoria

JL Siqueira



O presidente da Frente Nacional em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) defendeu a união dos esforços de todos os entes políticos envolvidos com a causa dos ACS e ACE, durante audiência pública realizada na manhã de sexta-feira (14.02), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

A audiência foi requerida pelo deputado estadual Paulo Araújo, que preside a Comissão Permanente de Saúde da ALMT, e também contou com a participação do deputado estadual Lúdio Cabral, além de lideranças sindicais, como Dinora Magalhães, presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Estado, e o advogado Cláudio Mamoré

“Existem muitas frentes de lutas, como o piso nacional que foi aprovado e não é realidade em muitos municípios, a efetivação junto aos tribunais de conta, o adicional de insalubridade, o adicional de final de ano, entre tantas outras. Sem os esforços de todos, não conseguiremos resolver todas as demandas desses profissionais. É como diz o lema da Confederação que os representa: A união faz a força!”, disse o deputado federal.

O parlamentar ainda ressaltou as atividades realizadas na Frente Nacional em Defesa dos ACS e ACE, entre elas a articulação pelo curso técnico em agente comunitário de saúde que será ofertado a 250 mil ACS em todo Brasil pelo Ministério da Saúde, bem como os trabalhos no Ministério da Economia pela Classificação Brasileira de Ocupação pelo reconhecimento da profissão de técnico em agente comunitário de saúde.

Dr. Leonardo também relembrou já ter apresentado, na ALMT, uma proposta para a criação de uma complementação financeira por parte do governo do estado para os agentes comunitários de saúde que atendem a zona rural, além da proposta de um piso estadual para os ACS e ACE.

“Eu ficaria muito honrado se os atuais deputados estaduais recuperarem esses dois textos e pudessem os reapresentar com melhorias. Vamos trabalhar juntos por melhores condições para essa categoria”, afirmou.

Também participaram do evento Orivaldo da Farmácia, vereador, presidente da Câmara de Santo Antônio do Leverger, Dudu Moreira, vereadora Camila Silva, vereadora Raquel Vieira de Alto Paraguai, secretária municipal de Saúde de Denise, secretária municipal de Saúde de Nossa Senhora do Livramento, Rita Aurélia, o secretário municipal de Saúde e vice-prefeito de Juruena, Hélvio de Lima, e a diretora da Escola de Saúde Pública, Silvia Tomás.