Presidente da FIFA e futuro presidente da CBF se encontram em Londres

Diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo, reuniu-se no domingo com o presidente da FIFA
Divulgação / CBF

O diretor executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo, reuniu-se neste domingo com o presidente da FIFA, Gianni Infantino. O encontro aconteceu em Londres, onde será realizada a cerimônia de entrega do prêmio FIFA The Best aos destaques do futebol mundial.

Caboclo, presidente eleito da CBF para o mandato que começa em abril de 2019, levou ao mandatário da FIFA uma série de temas e propostas com o objetivo de aprimorar as posições do futebol brasileiro e sul-americano no cenário mundial.

Essa agenda foi debatida previamente em reunião com o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, por ocasião do Conselho da entidade sul-americana, em La Paz, no último dia 17,

Caboclo apresentou a Infantino o projeto final da Copa América de 2019, a ser realizada no Brasil, com a definição de cidades e estádios que receberão os jogos e confirmou as datas da competição para o período de 14 de junho a 7 de julho.

Os dirigentes discutiram alternativas para que as seleções sul-americanas mantenham um calendário de amistosos qualificado após a criação da Liga das Nações (UEFA Nations League), torneio que reúne as equipes nacionais do continente europeu.

O diretor executivo de Gestão da CBF também apresentou uma proposta para que os regulamentos da FIFA assegurem a apresentação de atletas que já sejam profissionais para seleções nacionais em competições oficiais Sub-20.

Caboclo reiterou a defesa de que as licenças de treinadores de futebol concedidas pela CBF tenham reconhecimento mundial, tema este que será encaminhado para aprovação no Conselho da FIFA.

O diretor da CBF manifestou a preocupação da entidade com uma eventual alteração nos regulamentos da FIFA, que restrinja a transferência internacional de jogadores a uma única janela anual. Caboclo saiu da reunião satisfeito em relação ao tema.

No encontro, ele ainda afirmou ao presidente da FIFA a disposição de, em conjunto com a Conmebol, enfrentar a questão relativa ao calendário do futebol brasileiro para 2020.

Por fim, discutiram os termos para a liberação definitiva dos recursos do Fundo de Legado da Copa do Mundo do Brasil pela FIFA. Gianni Infantino confirmou que deverá fazer pelo menos uma visita ao Brasil em 2019.

— O presidente Infantino demonstrou enorme interesse e apreço às questões do futebol brasileiro — avalia Rogério Caboclo.