Presidente da Câmara prima pela valorização do funcionário e excelência no atendimento ao público

vereador professor sidnei resolve problema da falta d´água em comunidade rural

Já se vão quatro meses da nova gestão da mesa diretora escolhida no dia 1º de janeiro e estes dias foram marcados por reuniões com servidores da Casa de Leis e ofertas de cursos para melhorar o atendimento ao público e também facilitar os trabalhos internos da instituição. O presidente Rodrigo da Zaeli (PSDB), junto aos seus colegas legisladores, primeiro vice-presidente Beto do Amendoim, segundo vice-presidente vereador Elton Mazzete, primeiro secretário vereador Fábio Cardoso e segundo secretário vereador Claudio da Farmácia, membros da mesa diretora, ouviu cada setor da Casa de Leis para saber as necessidades e participar do cotidiano de cada servidor.

O gestor tratou logo de buscar parceria para uma reforma no prédio da instituição. O projeto arquitetônico já está sendo preparado para que a obra seja realizada sem surpresas e contratempos. “Há tempos a Câmara de Rondonópolis precisava de uma reforma. As salas que temos não comportar todos os setores e muitas delas são subutilizadas ou usadas para mais de um fim. Precisamos dar condições de trabalho para os servidores da Casa, fora que também temos e devemos dar condições para os gabinetes trabalharem”, defende.

O Tribunal de Contas realizou um curso de capacitação para agentes políticos, administração pública e sociedade civil organizada. “Foi uma experiência única. São informações de qualidade, que vão nos ajudar nas atividades do dia a dia. Aqueles que participaram, saíram com uma bagagem enorme”, lembrou o presidente que liberou todos os funcionários para participarem da capacitação.

Zaeli tem buscado também ampliar o número de órgão dentro da Câmara de Rondonópolis. A Casa hoje conta com o atendimento do Detran, IFMT e Polícia Judiciária Civil. “Queremos ampliar ainda mais. Quantos mais serviços oferecermos, mais próximo o cidadão estará da Câmara de Rondonópolis”.

Outra boa ação desta gestão foi a redução de vinte cargos comissionados da Casa de Leis, proposta e aprovada pelos vinte e um vereadores. “Vamos propor ainda a realização de um concurso público com a finalidade de atender setores que necessitam de um profissional de carreira, que possa tratar de forma contínua de determinados processos”, concluiu.