Prefeitura de Rondonópolis investe nos esportes ao reformar praças esportivas da cidade

Miniestádio Pinheirão Vila Operária

A Prefeitura Municipal nos últimos anos, tem voltado a sua atenção para um setor importante da vida em comunidade: investir em esportes como mecanismo transformador e agregador de valores para o processo educacional e formador da sociedade.

Para isso, o prefeito Zé Carlos do Pátio colocou em prática, um projeto ambicioso de recuperar, reformar e readequar as diversas praças esportivas da cidade (miniestádios), a começar pelo Estádio Municipal Engenheiro Luthero Lopes, que foi todo reformado e entregue recentemente.

Nessa memorável praça esportiva que já abrigou inesquecíveis disputas futebolísticas dos campeonatos locais, regionais e estaduais, o prefeito investiu R$ 880.261,10 em recursos próprios do município, onde foram realizados trabalhos de: pintura parcial das arquibancadas; reforma dos vestiários; reforma e ampliação dos banheiros; e, execução/reconstrução de 10 cabines de imprensa, entre outros.




Na verdade essas readequações capacitaram o Lutero Lopes a novamente sediar competições e campeonatos amadores e profissionais, assim que a ‘Pandemia de Coronavírus’ passar e as coisas voltarem a normalidade, com as pessoas podendo se reunirem e participar das competições esportivas, naturalmente.

Todavia, não bastasse o investimento na reforma do estádio principal, a administração pública por intermédio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, investiu pesado; cerca de R$ 4.715.228,40 na reestruturação e reforma de cinco, dos sete ‘miniestádios’ existentes na cidade. São eles; ME Monte Líbano (R$ 608.565,76); ME Jardim Iguassu (R$ 720.236,89); ME Mané Garrincha (R$ 877.120,87); ME do Pinheirão (R$ 987.366,87 (recurso federal); R$ 379.001,83 (recurso municipal); ME Jardim Atlântico (R$ 262.675,08). As duas últimas praças esportivas locais ainda sem reforma são: o miniestádio do Pedra 90 e, o da Vila Mamed.

Conforme informações da Secretaria de Esportes, o primeiro, ainda não foi reformado porque aguarda regularização documental. E, o ME da Vila Mamed, já se encontra com o projeto de reforma dos vestiários e iluminação prontos, aguardando apenas a liberação para licitação e início das obras.

O QUE FOI FEITO

No Estádio Municipal Engenheiro Luthero Lopes, cujas obras já foram finalizadas, foram realizadas: pintura parcial das arquibancadas; reforma dos vestiários; reforma e ampliação dos banheiros; execução de 10 cabines de imprensa.

Quanto ao Miniestádio Monte Líbano, também já finalizado; houve a troca do gramado; readequação da iluminação; pintura e arquibancada; bem como, a colocação de alambrados.

Já no miniestádio do Jardim Iguaçu (finalizado); foi feita a colocação e substituição do gramado; construídas calçadas em torno de todo o terreno; colocação de alambrados; sistema de Irrigação e pintura; e, ainda a reforma dos vestiários.

No miniestádio Mané Garrincha, cujas obras ainda estão em execução, devendo ser concluídas em breve; foram feitas reforma e ampliação dos vestiários; execução/construção de nova arquibancada; construção de rampa com acessibilidade; troca do gramado; troca da iluminação do campo; reforma das calçadas em torno de todo o terreno; pintura da arquibancada, e, colocação de alambrados.

Quanto ao miniestádio do Pinheirão (finalizado), esta foi a única praça esportiva cuja obra contou com recursos federais e contrapartida da Prefeitura. Ali foram realizadas a troca do gramado; reforma e ampliação do vestiário; execução da arquibancada; sistema automatizado de irrigação; calçada de acesso em torno de todo o terreno, e colocação de alambrados.

O miniestádio do Jardim Atlântico ainda se encontra com as obras em andamento, devendo estar concluídas, nos próximos dias. Lá, estão sendo realizadas obras de reforma do vestiário; reforma do campo e, colocação dos alambrados, entre outros.

Gradativamente a administração municipal vai levando a efeito o seu projeto de resgate, reestruturação e restauração dos próprios públicos do município, cuja conservação e manutenção, vinham sendo negligenciadas há muito tempo.