Prefeitura de Rondonópolis conclui perfuração do sétimo poço artesiano na zona rural

O programa do município que visa levar água para o consumo dos moradores das comunidades rurais de Rondonópolis concluiu a perfuração de mais um poço artesiano, dessa vez na região do João do Fecho. Esse é o sétimo poço que a Prefeitura faz a perfuração e leva água para as pequenas propriedades e assentamentos.

Com investimento de recursos próprios o município tem contribuído para que as famílias que vivem nessas comunidades não sofram mais com a falta de água para consumo em épocas de seca. Além do poço, também estão sendo instalados reservatórios que capacidade de 15 mil litros para garantir água por um longo período do ano.

Com a conclusão da perfuração do poço e instalação do reservatório é esperada a ligação da energia elétrica que é feita pela Energisa, o que já foi solicitado pelo município. A comunidade João do Fecho é a sétima contemplada com o trabalho que é executado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária.

O secretário Genilton Pereira lembra que esse investimento vai levar mais qualidade de vida e saúde para dezenas de famílias que moram na zona rural de Rondonópolis. Ele explicou que a água dos poços deve ser utilizada preferencialmente para o consumo humano, com isso deverá ser possível manter a comunidade atendida durante o ano todo, até no período da seca.

A Prefeitura já concluiu a perfuração de poços e instalação dos reservatórios nas comunidades Aldeinha, Pinguela, Grota Seca, Bajara, na linha seca da Vila Bueno e no Banco da Terra Esperança. Os trabalhos agora deverão ser voltados para atender os índios bororos com a perfuração de três poços.

As famílias que moram no assentamento Olga Benário e na comunidade dos Baianos (pé do morro) também receberam poços perfurados com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).