Prefeitura de Cuiabá autoriza retomada das aulas na rede particular no formato híbrido

As atividades presenciais na rede pública municipal de Educação, também no modelo hibrido, devem acontecer maio

Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá

De acordo com o Decreto Municipal Nº. 8.388, publicado nesta sexta-feira (9), as atividades presenciais na rede pública municipal de Educação devem ser retomadas a partir do dia 3 de maio, de forma híbrida.

Já na próxima segunda-feira (12), está permitido o retorno das aulas na rede particular de Ensino, também no formato híbrido. O novo decreto tem validade de quinze dias e mantem medidas anteriores visando a contenção da transmissão do novo coronavírus na Capital.

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou as novas medidas na manhã de hoje, durante uma live. Segundo o gestor, tais medidas só foram possíveis porque Cuiabá deixou o hanking das cidades classificadas como de “risco muito alto” e passou a estar em “risco alto”, para a Covid-19.

Segundo o gestor, todas as medidas de biossegurança já previstas nos decretos anteriores assim como os protocolos sanitários recomendados deverão ser mantidos como o limite de 50% da capacidade total de cada sala de aula, distanciamento entre as carteiras, disponibilidade de álcool 70% ou produto semelhante para higienização, uso de máscara, entre outras.

Nas unidades da rede pública municipal de ensino as atividades pedagógicas continuarão em todos os níveis, por meio do uso de tecnologia digital e estratégias de ensino a distância – EAD, até 03 de maio de 2021. A previsão é de que a partir dessa data possam ser realizadas pelo sistema hibrido, até o pleno restabelecimento das atividades presencial.

Retorno seguro

Desde março do ano passado, quando as atividades presenciais foram suspensas na rede pública municipal,  os profissionais da Educação discutem a adoção de medidas que permitam a retomada segura das aulas.

Nesse sentido foi criado o Plano Estratégico com protocolos de biossegurança e orientações para o ensino hibrido.

Além da implementação de protocolos de biossegurança, orientações sobre os espaços escolares e a formação dos profissionais em especial aqueles que lidam diretamente com os estudantes como Professores, Técnicos de Desenvolvimento Infantil (TDI), Técnicos de Nutrição Escolar (TNE), Auxiliares de Serviços Gerais (ASG) e equipes pedagógicas,  a Secretaria Municipal de Educação disponibilizou  para as unidades educacionais dispenser para álcool, tapetes sanitizantes, produtos para desinfecção dos espaços, máscaras para os estudantes e profissionais entre outros itens.