Prefeito visita e vistoria obras de drenagem profunda nos Residenciais Oasis e Paineiras

Foto: Diego Utida

O prefeito municipal Zé Carlos do Pátio realizou uma visita de inspeção e vistoria às obras de drenagem profunda dos Residenciais Oasis e Paineiras, cuja situação de calamidade chegou a um ponto insustentável, mas está sendo recuperada pela Coder, após mais de 40 anos de espera, segundo informações dos moradores.

Pátio estava acompanhado pelo presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder, Argemiro Ferreira, e pela presidente da associação de moradores, senhora Lúcia.

A comitiva visitou as obras de drenagem profunda que estão sendo realizadas, no momento, na esquina das Ruas: Pelicanos com Curió, já que segundo o próprio prefeito foi informado, o local é um dos lugares onde mais desce água em Rondonópolis. “Aqui desce até caminhonete em época de chuva” disse Pátio.

Ele explicou à presidente do bairro que a prefeitura através da Coder, está fazendo uma obra de drenagem extremamente bem-feita. Já que no local onde a situação era muito complicada, a Coder está recuperando a via pública, colocando aduelas duplas de 2,5m X 2,5m totalizando 5,0 metros de largura, por 2,5m altura em toda a sua extensão.

Conforme Argemiro, essas aduelas vão alterar de maneira significativa a vazão das águas, já que no local a incidência de enxurradas de águas das chuvas sempre foi muito forte nos períodos chuvosos.

Ao final da visita o prefeito falou com a reportagem e explicou: “a nossa administração está drenando e resolvendo o problema desse bairro! Mas não é só esse bairro não! A Coder já resolveu o problema lá da Travessia da Rui Barbosa ligando a Vila Canaã, que era um problema antigo; A Coder resolveu o problema da Avenida dos Estudantes onde a população jamais esperava que fosse ser resolvido (crateras); e nós resolvemos toda aquela região, como o problema da Avenida W-11 do lado do residencial Terra Nova. É preciso dizer que todas estas obras de drenagens são caríssimas, e estamos fazendo tudo com recursos próprios, e feitas, pela Coder”.

Zé do Pátio aproveitou a oportunidade, para de público, parabenizar a Coder, por que segundo ele: “são obras que ninguém vê; aliás a minha administração já fez várias obras na cidade que ninguém vê! E não vê, porque ficam enterradas no solo, como as obras de drenagem e rede de esgoto”. Ele ainda lembrou que “não houve prefeito na cidade que tenha feito mais obras de rede esgoto do que nós! Em cada mandato meu, eu fiz mais de 1,5 mil Km de rede de esgoto. Mas, infelizmente esse é um tipo de obra importante, essencial, mas, que ninguém valoriza, porque fica enterrada”, argumentou.

ASFALTO NO PARQUE

O prefeito anunciou que ainda este ano vai asfaltar toda a região do Oasis e Paineiras, bem como o Parque Universitário, cuja obra, já está inclusive sendo licitada, disse que o bairro é considerado um dos maiores bairros desta cidade, e que há mais de 40 anos espera pelo benefício. “Mesmo nesse momento de crise, a Coder e a prefeitura não vão parar de trabalhar pela população”, garantiu.

Segundo Argemiro na região estão sendo realizados 1,5 mil metros de drenagem profunda. “A Coder vem realizando esta obra com maestria e dedicação, e vamos entrega-la em breve, onde toda água dessa região será recolhida e canalizada, deixando toda essa região devidamente drenada e asfaltada. Essa obra é um trabalho que vai ficar enterrado, e só as pessoas que passaram pelo problema (crateras), vão poder lembrar como era e como ficará depois. Mas nós vamos fazer o melhor que pudermos para deixar essa população bem feliz” garantiu o presidente da Coder.

A presidente do Bairro, senhora Lucia que acompanhou a vistoria do prefeito, agradeceu a administração pela importante obra na região, lembrando inclusive, que “vários prefeitos passaram, prometeram, mas não cumpriram; e apenas o Zé do Pátio, é que está fazendo e dando a cara a tapa aqui, e nós só temos que agradecer. Pois se Deus quiser a gente quer ver isso tudo aqui asfaltado, e o povo feliz e satisfeito” externou.

Argemiro ainda esclareceu que a obras agora avançam pela Rua dos Pelicanos até chegar à Rua Curió, onde será construída uma caixa coletora. Depois segue pela Curió, por cerca de 300/400m, até chegar à ligação com a Avenida Arapongas; totalizando então cerca de 1,6 mil metros de drenagem profunda, e que segundo disse, se caracterizou como a maior obra de drenagem da cidade.