Preço da batata aumenta 41,1% em MT e nutricionista dá dicas para substituir legume nas receitas

Caixa do legume saiu de R$ 85 para R$ 120.

Valter Campanato/Agência Brasil

O preço da batata teve um aumento de 41,1% na última semana, em Cuiabá, conforme a pesquisa semanal realizada pela Secretaria de Agricultura Familiar (SEAF-MT). A caixa do legume saiu de R$ 85 para R$ 120.

Para economizar, a nutricionista Roberta Sanches orienta substituir a batata lisa pela batata doce.

“Ela é muito versátil e pode ser usada em várias preparações. Pode ser feita cozida, assada. A batata doce também pode ser usada para a preparação de pães, bolos e até biscoitos. A batata doce tem carboidratos, proteínas, ela é rica em nutrientes”, explicou.






Outra opção é a substituição pela mandioca, que também pode ser usada em várias receitas, e a abóbora que teve uma queda no preço.

Conforme o levantamento, a abobora cabotiã passou de R$ 40 para R$ 30.

“A abóbora é regional e sempre será encontrada com um preço bom. A cabotiã é riquíssima em vitamina A, e pode ajudar na prevenção de gripes e resfriados. Ela também é bem versátil, pode ser feita assada, cozida ou um patê”, orientou.

Outros hortifrútis que tiveram aumento:

  • Acelga, de R$ 35 para R$ 42
  • Cenoura, de R$ 45 para R$ 60
  • Manga, de R$ 26 para R$ 35

Hortifrútis que tiveram queda:

  • Berinjela, de R$ 30 para R$ 22
  • Chuchu, de R$ 50 para R$ 30
  • Jiló, de R$ 65 para R$ 45
  • Maxixe, de R$ 78 para R$ 50
  • Quiabo, de R$ 40 para R$ 25
  • Tomate, de R$ 80 para R$ 60
  • Banana prata, de R$ 100 para R$ 70
  • Limão thaiti, de R$ 70 para R$ 50