Praça Brasil deve passar por processo reforma ao custo de R$1,7 milhão

A Prefeitura de Rondonópolis deve realizar assim com fez na praça dos Carreiros, uma reforma na praça Brasil, a mais antiga da região central da cidade. Na edição do Diário Oficial do dia 12 maio, o município publicou aviso de licitação para chamamento de empresas para a realização da obra.

Foto mostra praça Brasil na década de 60; ao lado a escola EEMOP ainda em construção.

No entanto, a escolha da empresa que poderá conduzir a obra, será no dia primeiro de junho, às 9 horas no Paço Municipal.

O valor da obra é de R$1.716.805.11 e o projeto é do arquiteto Ronisson Garcia.




A última reforma realizada na praça Brasil foi em 2000. Naquela oportunidade houve um grande polêmica em torno da retirada ou não do coreto. Um grupo defendia na época que o coreto prejudicaria o projeto arquitetônico escolhido na época.

A ideia era que a pessoa poderia ter uma visão total da praça em qualquer ponto e que o coreto tiraria essa visibilidade.

No entanto, permaneceu a proposta com coreto. Neste novo projeto, que ainda não foi divulgado publicamente pela prefeitura o coreto está mantido.

RETRATO- A praça Brasil tem passado, nos últimos anos, por um processo de degradação. Além do calçamento velho e a vegetação, em partes destruídas, o local em alguns horários é considerado perigoso.

Na praça, também encontra-se uma muda de Pau Brasil, árvore símbolo do Brasil do descobrimento e o Ipê da esquina da avenida Arnaldo Estavam com a Cuiabá, que foi considerado umas das Sete Maravilhas da cidade. O Ipê original acabou sendo derrubado devido a uma forte chuva e um novo replantado no mesmo local.