Porsche 918 Spyder tem maior IPVA de SP para 2016: R$ 126.920

porsche 918 spyder tem maior ipva de sp para 2016: r$ 126.920

As mesmas duas unidades do Porsche 918 Spyder, ano 2014, que lideraram a lista dos IPVAs mais caros em São Paulo em 2015, ficaram no topo da relação para o imposto em 2016.
No ano que vem, os donos do esportivo híbrido (com um motor a gasolina e outro elétrico) terão de pagar R$ 126.920,92, de acordo com a Secretaria da Fazenda estadual. Ficou mais "barato" que no ano passado, quando o valor ficou em R$ 133.146. Em média, o IPVA de São Paulo ficará 3,3% mais barato do que em 2015,
O valor venal do superesportivo, também segundo o governo estadual, ficou em R$ 3,173 milhões, conforme a pesquisa junto à Fipe, realizada em setembro passado — o carro desvalorizou em relação aos R$ 3,328 milhões levantados no ano passado.
Com produção limitada a 918 unidades, o modelo é o mais caro da história da Porsche. Segundo a importadora oficial da marca, 3 unidades foram encomendadas no Brasil em 2014.
O 918 Spyder foi exibido no Salão do Automóvel de São Paulo daquele ano e possui motor V8 de 4.6 litros e 608 cv de potência, aliado a dois motores elétricos (um dianteiro e um traseiro). Combinados, eles podem desenvolver até 887 cv e levar o carro a 345 km/h. A aceleração de zero a 100 km/h é feita em apenas 2,6 segundos, segundo a fabricante.
Moto mais cara
A moto com maior valor venal no IPVA 2016 de São Paulo é a Ducati D16 RR, fabricada em 2008. No estado, há 5 unidades dessa série especial feita pela marca naquele ano, de acordo com a Secretaria da Fazenda. Elas valem R$ 156,2 mil e pagarão R$ 3.124,24.
A Ducati D16 RR teve apenas 1.500 unidades produzidas. Ela é baseada em um modelo da MotoGP e tem motor V4 com 989 cc e 200 cavalos de potência.
IPVA mais barato: R$ 9
Os IPVAs mais baratos de São Paulo para 2016 são os do "buggy" Fibrautos RD Super, de 1996, para automóveis, e a moto Hero Puch 65, do mesmo ano. Daqui a um ano, quando eles completarem 20 anos de fabricação, passarão a ser isentos do imposto.
O "carrinho", que só tem uma unidade emplacada no estado, vale R$ 3.063 e pagará R$ 123,72 de IPVA. A moto foi avaliada em R$ 470 e terá o IPVA de R$ 9,40. Há 213 delas emplacadas em SP.
Histórico
Nos outros anos, o maior IPVA em São Paulo foi sempre de uma Ferrari. No IPVA 2014, o imposto mais caro foi o da F12berlinetta, que pagou R$ 101.293. Em 2013, foi o ano da FF, com R$ 99,8 mil. Antes disso, a Mercedes-Benz SLR McLaren, obteve o "título" por 2 anos consecutivos. O imposto calculado para ela em 2012 foi de R$ 92 mil; em 2011, de R$ 104 mil.