Policiais penais e Força Tática evitam motim em Sorriso

Presos do Centro de Ressocialização não gostaram de perder celulares, chips e carregadores ilícitos

Celulares, chips e carregadores são apreendidos por policiais penais - Foto por: CR Sorriso

Por volta das 19 horas desta quarta-feira (15.07), cerca de 86 presos do Centro de Ressocialização de Sorriso tentaram realizar motim, depois que os policiais penais da unidade retiraram celulares, carregadores e armas artesanais das celas. A Força Tática da Polícia Militar deu apoio a ação e ajudou e evitar a revolta.

Enquanto os presos estavam na quadra de banho de sol, os policiais penais apreenderam 22 aparelhos celulares, chips, carregadores artesanais e armas artesanais (chuços) escondidas nas celas.  Também foram retiradas as tomadas das celas. A ventilação é feita por exaustores.

Os presos só perceberam a mudança quando retornaram para as celas de convívio. Assim que viram que perderam seus objetos ilícitos, ficaram revoltados e tentaram iniciar um motim, contudo os policias penais de plantão, e com a Policia Militar presente dando apoio de emprego imediato.

“Estamos atentos a qualquer movimentação. Vamos continuar a fazer revistas para retirar qualquer objeto ilegal de dentro da unidade”, destacou o diretor Enilson de Castro.