Policiais do motopatrulhamento tático participam de curso operacional

Vinte policiais participam da instrução que busca padronizar condutas e procedimentos do Grupo de Comando de Ação Rápida (CAR) - Foto por: PMMT

A Polícia Militar por meio do 7º Comando Regional de Tangará da Serra está realizando uma capacitação de nivelamento operacional para policiais militares do moto-patrulhamento tático que atuam na região. O curso iniciou na última segunda-feira (20.05) segue até sexta-feira (24.05) em Tangará da Serra.

A instrução voltada para o manuseio de equipamentos bélicos e táticos é baseada na doutrina de Patrulhamento Tático do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático  Metropolitano (ROTAM).

Vinte policiais participam da instrução que busca padronizar condutas e procedimentos do Grupo de Comando de Ação Rápida (CAR). O curso operacionalizado pelo Pelotão Especializado de Força Tática conta com aulas de defesa pessoal policial, abordagem, progressão, conduta de patrulha, armamento, abordagem em motos, além da parte teórica, os policiais passaram por estágio prático no período noturno.

O comandante do 7° Comando Regional de Tangará da Serra, coronel Herverton Morett explica que a regional conta com cinco organizações que utilizam o moto- patrulhamento no enfrentamento à violência.

“Alguns desses policiais tem cursos especializados outros não, então estamos padronizando a conduta operacional por meio do estágio. Nosso objetivo é estabelecer uma doutrina única no emprego tático das motos, estamos maximizando o potencial do emprego das nossas forças policiais especializadas”, diz coronel Moretti.

O comandante do 19º BPM, tenente – coronel Vanilson da Silva Moraes conta que o estágio de nivelamento padroniza as ações dos policiais que atuam de força especializada no âmbito da regional.“Essa oportunidade de nivelamento padroniza as ações dos policiais que compõe as cidades de Barra do Bugres, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis e Sapezal. Nós teremos uma capacidade maior de desdobramento especializado em toda área do 7º Comando Regional”, explica o major Vanilson Moraes.