Polícia Militar da Assembleia ganha reforço com novas armas

Assessoria

Assessoria

Foto: Angelo Varela;ALMT

Polícia Militar da Assembleia ganha reforço com novas armas

O comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, Coronel Mendes, entregou 64 pistolas nove milímetros (9mm) para os policiais militares que atuam na segurança da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). O armamento integra um conjunto de seis mil pistolas que serão entregues a todos os policiais militares do estado, garantindo a renovação do arsenal e mais segurança para os servidores e para a população. A aquisição das armas contou com uma contrapartida do Poder Legislativo de Mato Grosso no valor de R$ 3,5 milhões, oriundos de emendas parlamentares e devolução de parte do duodécimo da ALMT.

A cerimônia de entrega das armas aos policiais que atuam na Assembleia foi realizada na sala do Colégio de Líderes, na Presidência. O superintendente militar na Assembleia Legislativa, Coronel Henrique Santos recebeu o novo material de trabalho e destacou que a concretização deste projeto teve início há um tempo, quando o presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (União), firmou parceria para que a Polícia Militar adquirisse o armamento.

“Esta parceria com a Assembleia começou lá atrás para a aquisição das pistolas, que é um armamento de ponta. Com a entrega, aumenta a segurança dos policiais, que têm responsabilidade com a segurança predial, dos parlamentares e com os servidores”, afirmou o Coronel Henrique.

O comandante da PM, Coronel Mendes, também destacou a importância da parceria entre os poderes legislativo e judiciário. “A Assembleia nos ajudou com repasses e essa parceria viabilizou que o Estado fizesse a aquisição. Cabe a nós garantir a segurança dos Poderes constituídos para que façam seu trabalho de forma autônoma”.

Durante o discurso na cerimônia de entrega, o comandante da Polícia Militar lembrou que até pouco tempo atrás, faltavam viaturas e até combustíveis para abastecer os veículos e disse que com a arma própria, os policiais passam a ter mais confiança e cuidado no manuseio e o equipamento tem um ganho de vida útil considerável, uma vez que não serão repassados de turno em turno.

Além da entrega dos equipamentos, o Estado também vai oferecer cursos de treinamento para capacitar os policiais a manusearem de forma segura a pistola. “Como é uma arma nova, é necessário que seja feita a qualificação e aqui na Assembleia temos um instrutor que já deu início ao processo de treinamento”, explicou o Coronel Henrique.

+ Acessados

Veja Também