Polícia Civil prende homem que tentou matar ex-companheira e a mãe dela que defendeu a filha

Picture of Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT

Foto: Polícia Civil-MT

Polícia Civil prende homem que tentou matar ex-companheira e a mãe dela que defendeu a filha

Vítimas ainda se recuperam das lesões sofridas; crime ocorreu no dia 05 de maio

Compartilhe:

Policiais civis da Delegacia de Rosário Oeste cumpriram nesta quarta-feira (29.05) a prisão preventiva de um homem de 22 anos que tentou matar a ex-companheira e a mãe dela, no início deste mês. Ele ainda é investigado pelos crimes de estupro de vulnerável, violência psicológica e injúria.

A unidade da Polícia Civil de Rosário Oeste tomou conhecimento da tentativa de feminicídio no dia 05 de maio. O investigado e a companheira estavam em uma confraternização de uma irmã dele, em um restaurante da cidade, quando ele, por ciúmes, começou a xingar a vítima, que decidiu ir embora do local.

A vítima seguiu para a casa de sua mãe e o investigado a acompanhou de motocicleta, insistindo que a ex-companheira subisse no veículo. A mãe da vítima encontrou o casal no trajeto e ambos discutiram, quando ele perguntou se a moça queria a separação e tirou a faca que estava escondida na cintura e desferiu diversos golpes que acertaram o braço, tórax e barriga da companheira, causando ferimentos profundos.

A mãe da jovem correu para tentar defendê-la e também foi atingida por três facadas. O criminoso ainda tentou correr atrás da vítima, mas lâmina da faca se soltou do cabo e a jovem aproveitou para jogá-la longe.

As duas vítimas foram socorridas ao Hospital Amparo, em Rosário Oeste, e depois transferidas ao Hospital Municipal de Cuiabá diante da gravidade das lesões. Na capital, eles foram atendidas por uma equipe do Plantão 24h de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e requereram medida protetiva de urgência e foram encaminhadas para realização de exame de corpo de delito.

Ouvida pela equipe policial, a vítima adolescente relatou que tem uma filha com o investigado e que ambos se envolveram quando ela tinha apenas 12 anos, o que configura estupro de vulnerável, crime pelo qual ele também responderá.

Diante dos crimes graves ocorridos, o delegado Márcio Henrique Portela representou ao juízo da Vara Única de Rosário Oeste pela prisão preventiva do investigado, que recebeu parecer favorável do Ministério Público Estadual.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp