Polícia Civil prende homem condenado por matar ex-namorada para receber seguro de vida

Gato é morto a tiros em MT e dona do animal registra queixa contra vizinho

A Polícia Civil, por meio do trabalho das equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá, localizou e prendeu na manhã desta sexta-feira (04), José Carlos Gomes Fernandes (42), em cumprimento a um mandado de prisão pelo crime de homicídio, decorrente de sentença condenatória. Ele foi localizado em uma residência no Jardim Umuarama, na Capital.

José Carlos foi condenado a 18 anos pelo crime de homicídio qualificado cometido contra sua ex-namorada. O júri foi realizado no dia 11 de setembro deste ano.

De acordo com o delegado Marcel Gomes, da DHPP, desde a expedição do mandado de prisão, ao Polícia Civil iniciou as diligências para localizar o réu, tendo sucesso com a prisão nesta sexta-feira na região do Grande CPA.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1a Vara Criminal de Várzea Grande.

Crime

O crime ocorreu em setembro de 2011, na estrada da Praia Grande, em Várzea Grande. De acordo com as investigações, José Carlos forjou um acidente de trânsito e arremessou a ex-namorada, Dalícia Fernandes, do carro em uma lagoa, causando-lhe asfixia por afogamento.

Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual, o réu simulou o acidente para receber um prêmio de seguro de vida em nome da vítima. Foi constatado durante o processo que José Carlos, em fevereiro de 2011 procurou uma empresa de seguros e contratou apólice em nome da vítima, no qual seria o único beneficiário. Após a morte da ex-namorada, antes mesmo do final da sindicância, já que os familiares não sabiam da existência do seguro, o réu enviou à empresa carta de desistência do recebimento do prêmio.