Polícia Civil prende em flagrante executores de duplo homicídio em MT

Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT

Polícia Civil prende em flagrante executores de duplo homicídio em MT

Um dos criminosos já era alvo de investigação da Polícia Civil por envolvimento em outros homicídios ocorridos em Pontes e Lacerda e em Vila Bela da Santíssima Trindade

Dois criminosos envolvidos na execução de um duplo homicídio ocorrido em um bar de Pontes e Lacerda na madrugada de sexta-feira (23.02), foram presos em flagrante pela Polícia Civil quando se preparavam para fugir da cidade, horas após o crime.

A dupla criminosa foi abordada quando saía de uma residência alugada. Um veículo de transporte por aplicativo os aguardava na frente da casa para levá-los à rodoviária, de onde embarcariam para Cuiabá. Com um dos criminosos foi apreendida uma pistola de calibre 9mm, com 11 munições.

Em buscas na casa, a equipe da Delegacia de Pontes e Lacerda encontrou seis munições de calibre 12 dentro de uma sacola. Ambos foram algemados e conduzidos para interrogatório na unidade policial.

Um dos criminosos já era alvo de investigação da Polícia Civil por envolvimento em outros homicídios ocorridos em Pontes e Lacerda e em Vila Bela da Santíssima Trindade nas últimas semanas.

“As equipes da Delegacia permaneceram em diligências ininterruptas desde a hora do crime, inclusive sem almoçar e dormir, para chegar aos executores desse duplo homicídio, e com as informações coletadas, chegou-se à identificação da casa onde estavam”, salientou o delegado João Paulo Berté, titular da Delegacia de Pontes e Lacerda.

Os dois foram autuados por homicídio doloso qualificado e integração de organização criminosa. O criminoso detido com a pistola foi autuado também pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.





Duplo homicídio

Na madrugada de sexta-feira, Herivelton Malaquias Nunes, 28 anos e Jonison Souza Toledo, 39 anos, estavam em um bar na BR-174, conversando com duas mulheres.

Testemunhas informaram que um homem encapuzado chegou ao local, aparentemente a pé, e efetuou diversos disparos de arma de fogo contra as duas vítimas, que estavam em uma mesa do lado de fora do estabelecimento.

O criminoso que fez os disparos foi identificado como R.E.O., de 38 anos. Em interrogatório, ele declarou aos delegados que conduziram as buscas que a dupla integra uma facção criminosa paulista e que os homicídios foram cometidos porque as vítimas pertenceriam a um grupo rival.


 

Ele disse ainda que após os homicídios cometidos em Vila Bela e com a prisão do grupo do qual fazia, mudou-se para Pontes e Lacerda, na residência alugada onde foi preso nesta sexta-feira.

Sobre os homicídios ocorridos em Pontes e Lacerda, R.E.O. ainda confirmou durante o interrogatório que participou como executor do homicídio de Eduardo Rodrigues da Silva Lima, ocorrido em 21 de janeiro deste ano; de Adriano Rogério Cavalheiro Campos, morto em dezembro do ano passado e das vítimas da madrugada de sexta-feira.

+ Acessados

Veja Também