Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra detento por morte de colega de cela em MT

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra detento por morte de colega de cela em MT



Mais um mandado de prisão temporária decretado contra envolvidos em crime de homicídio foi cumprido, em Cuiabá, pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP).

O alvo da ordem judicial, Adrelino Arruda da Silva, é apontado como um dos integrantes da organização criminosa responsável pelo assassinato do reeducando Aleson Alex de Souza, 35 anos.

O mandado de prisão foi cumprido na sexta-feira (03.05), dentro do Centro Ressocialização de Cuiabá (CRC).

O crime aconteceu no dia 30 de setembro de 2013, no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), na Ala M.

A vítima foi obrigada a ingerir uma substância composta por cocaína e outros componentes, que leva a morte instantaneamente.

Conforme investigação da DHPP, integrantes de uma facção decidiram pela morte da vítima, cada qual com sua respectiva função, em razão do mesmo ter se envolvido com a mulher de um dos suspeitos.

Participaram do crime em investigação, os detentos: Isaias Duarte, conhecido como “Caverninha”; Edson Marques Soares, conhecido como “Edinho ou Cazuza ou Careca”; Paulo César dos Santos, conhecido como “Petróleo ou Gasolina ou Diesel”; Adriano Carlos da Silva, conhecido como “Fusca”; Jonny da Costa Melo, conhecido como “Morte”; Leonardo Flavio de Souza, conhecido como “Bocão” e Elias Rodrigo Rodrigues Jacinto, conhecido como “Primata”.

Os oito envolvidos tiveram os mandados judiciais de prisão cumpridos pela policiais civis da DHPP no dia 25 de abril de 2019. Todos foram interrogados e indiciados pelo crime de homicídio qualificado.