PMA apreende 339 kg de pescado em parcial da operação piracema em MS


Balanço de dois meses da operação piracema da Polícia Militar Ambiental (PMA) em Mato Grosso do Sul, aponta que neste período a unidade apreendeu no estado 339 quilos de pescado, autuou 12 pessoas e aplicou R$ 26,7 mil em multas.

Segundo a PMA, na comparação dos dados da parcial da operação 2014/2015 com os da 2013/2014, houve um aumento de 16,49% na quantidade de pescado apreendido e de 37,73% no valor das multas aplicadas. Em contrapartida, o número de pessoas autuadas caiu 42,86%.

Conforme a unidade, até 28 de fevereiro, quando termina a proibição de pesca em razão do período de reprodução dos peixes, a estratégia é manter a fiscalização intensiva e o monitoramento dos cardumes.

A PMA alerta que as pessoas flagradas pescando no período de piracema, além da autuação e multa administrativa que varia de R$ 700 a R$ 100 mil, mas R$ 20 por quilo de pescado, também são presas e encaminhadas a Polícia Civil, onde também vão responder por crime ambiental, com pena prevista, em caso de condenação de um a três anos de prisão.