PM inicia Curso Básico de Inteligência de Segurança Pública

A aula inaugural aconteceu no auditório da Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado, em Cuiabá. - Foto por: Sd. Elias / PMMT

PM inicia Curso Básico de Inteligência de Segurança Pública

Na manhã desta segunda-feira (23.09) foi aberto o 7º Curso Básico de Inteligência de Segurança Pública da Polícia Militar. A aula inaugural ocorreu no auditório da Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado, em Cuiabá.

Neste primeiro módulo, 30 agentes participam do curso, promovido pela Diretoria da Agência Central de Inteligência da PM (Daci). A capacitação tem como objetivo dar continuidade às ações de assessoramento ao Comando Geral e comandos regionais na tomada de decisões sobre o policiamento no estado.

A instrução de duas semanas tem carga horária de 120 horas e prepara policiais militares de diferentes Comandos Regionais da PM, militares do Exército Brasileiro e do Corpo de Bombeiros Militar.

Abrindo a primeira aula da capacitação, o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis destacou que o curso de inteligência faz a diferença no atendimento da PM à sociedade. “Não existe atividade operacional sem inteligência detalhada, sem planejamento. Os senhores serão responsáveis por produzir conhecimentos, para que nós gestores possamos tomar decisões, vocês são os soldados do silêncio”, diz coronel Assis.

O diretor de inteligência da Polícia Militar, tenente-coronel Fábio de Souza Andrade explicou que todas as ações operacionais da instituição são guiadas pelo trabalho elaborado pelos agentes de inteligência.

“Essas operações que acompanhamos nos meios de comunicação, como grandes apreensões de drogas, recuperação de veículos e prisões por mandado em aberto, principalmente pessoas que vem de outros estados para cá, foragidas e acabam presas são resultados da atividade de inteligência”, disse o tenente-coronel Andrade.

A solenidade de abertura do curso contou com a presença de diversas autoridades militares e civis, entre elas, do superintendente da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Fábio Ceróvolo; do secretário-adjunto de integração da Secretária de Estado de Segurança Pública, coronel Victor Paulo Fortes; e do secretário adjunto de inteligência, Wilson Massao Ohara. A aula inaugural contou com palestra do coronel da reserva remunerada, ex-diretor da Agência Central de Inteligência da PM, coronel Clarindo Alves de Castro.

+ Acessados

Veja Também