PM forma 13 policiais para condução e adestramento de cães em ações policiais

PM forma 13 policiais para condução e adestramento de cães em ações policiais

No curso, os policiais foram submetidos a instruções teóricas e práticas sobre o comportamento e as técnicas de emprego de cães em operações policiais

A Polícia Militar, por meio do canil do Batalhão de Operações Policiais Especiais formou, na manhã desta sexta-feira (03.12), 13 novos policiais para emprego de cães em operações policiais, no 4º Curso de Cinotecnia Policial. A solenidade de formatura foi presidida pelo o comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, na sede das Promotorias de Justiça, em Cuiabá.

Dentre os policiais formandos estão policiais militares e civis, policiais do Sistema Prisional, do Exército Brasileiro, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. A capacitação tem como objetivo ampliar a operacionalidade do canil, através da preparação de policiais para a condução e adestramento de cães em ações policiais.

Coronel Assis revela que o curso de cinotecnia integrado entre as instituições mostra o empenho das Forças de Segurança no combate à criminalidade no Estado. “É importante dizer que essa capacitação é resultado da boa vontade da equipe do Bope e da colaboração de outros policiais militares do Gefron,  do Sistema Prisional.  O conhecer e a proximidade gera confiança e fortalece as nossas ações interagências no combate ao crime especializado”, destacou o comandante.

Foto: PMMT

A capacitação que durou 45 dias preparou os policiais para atuar com o emprego do cão em ocorrência complexas.  Durante as aulas, os policiais foram submetidos a instruções teóricas e práticas sobre o comportamento e as técnicas de emprego de cães em operações policiais.

Tenente Bruno Campos da Polícia Militar foi o segundo colocado na formação. O militar conta que a oportunidade de aprimorar os conhecimentos abriu uma nova oportunidade profissional de desenvolver um trabalho especializado dentro da PMMT. “Esse curso é um privilégio que poucas pessoas adquirem no Brasil, esperamos desenvolver bem esse trabalho em prol da redução da criminalidade, no combate ao tráfico de entorpecentes, dentre outras ocorrências”, conta o tenente.

Atualmente, o canil da PMMT possui sete animais e quatro operadores para atuar em todo o Estado. Com a capacitação esse número de policiais especializados aumenta a capacidade de atendimento.

O comandante do Bope, tenente-coronel Fabiano Pessoa, destaca que para o bom resultado deste 4º Curso de Cinotécnica tudo foi pensado com responsabilidade e primor da equipe de instrutores que puderam formar novos multiplicadores para atuarem na capital e no interior do estado.

Participaram também do ato solene, o comandante-geral adjunto da Polícia Militar, coronel Daniel Lipi Alvarenga; o comandante do Comando Especializado da Polícia Militar, coronel José Nildo César de Oliveira; o comandante da Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa, coronel Paulo César; o deputado estadual João Batista; dentre outras autoridades militares e civis.

Foto: PMMT

Noticias Relacionadas