PM é baleado na cabeça durante assalto

presos filmam tortura a rival dentro de penitenciária



Um soldado da PM (Polícia Militar) foi baleado durante um assalto na quinta-feira, em Embu das Artes, na Grande São Paulo. Ele continua internado em estado muito grave.

A vítima, que realiza palestras em escolas por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas, o Proerd, foi abordada na Rua Guaianã, no Jardim Santo Eduardo.

À paisana, o soldado, quando foi abordado por três bandidos, deixava a casa de um amigo – que é coordenador da turma de alunos de uma escola que se forma nesta sexta-feira.

Ele reagiu, lutou com um dos bandidos e foi baleado na cabeça. O trio fugiu sem levar nada.

O carro no qual os bandidos chegaram era roubado e foi abandonado em um campo de terra no Capão Redondo, já na zona sul de São Paulo.

O policial militar foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Geral Pirajuçara, em Taboão da Serra.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar, a equipe médica está apenas aguardando o parecer de um neurocirurgião para atestar a morte cerebral do soldado, o que deve acontecer nas próximas horas.

O soldado é casado e está na corporação há 13 anos e trabalha no batalhão de Embu das Artes.