Plantão pedagógico em Alta Floresta também atende alunos com deficiência

O atendimento é feito por agendamento e o aluno fica no máximo meia hora na escola

Os alunos respeitam o distanciamento social e utilizam equipamentos exigidos pelas autoridades sanitárias - Foto por: Divulgação

O plantão de atendimento pedagógico da Escola Estadual Plena Jayme Veríssimo de Campos, em Alta Floresta (803 km ao norte da Capital), envolve também a sala de recursos, onde são atendidos alunos com deficiências – transtorno de espectro autista, deficiência intelectual e surdez.

São cinco estudantes por professor. O aluno permanece no máximo meia hora na unidade escolar conforme estabelecido nas orientações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), sendo atendido até por quatro professores.

O atendimento é feito por agendamento. O professor entra em contato com todos os responsáveis que frequentarão a sala de recursos, pedindo autorização para fazer atividades na sala.




“No agendamento são descritas as atividades que serão desenvolvidas. As ações são adaptadas e organizadas em conjunto com os professores do ensino regular”, destaca a coordenadora pedagógica, Jakeline Santos Cochev da Cruz.

No entendimento da coordenadora, esse trabalho de atendimento tem dado bons resultados, pois pais e estudantes têm procurado a escola. “Os pais veem essas ações como inovadoras, de forma a causar menor prejuízo educacional aos estudantes”, assinala.

A Superintendente de Diversidade Educacional da Seduc, Lúcia Aparecida Santos, ressalta que no caso dos alunos especiais, os cuidados com os protocolos de biossegurança devem ser redobrados, por causa da pandemia da Covid-19. “Queremos o atendimento, mas por se tratar de alunos que apresentam vulnerabilidade, o trabalho dos professores tem que ocorrer com segurança”, explica.

Plantão para todos

Jakeline lembra que o plantão pedagógico atende todos os estudantes, desde que não seja de grupo de risco. Ao entrar em contato com o aluno, o professor faz uma sondagem das dificuldades dos estudantes e disponibilidade de se deslocarem até a unidade escolar. Com isso, é realizado agendamento.

A unidade escolar atende os Anos Finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio. O atendimento obedece todas regras de biossegurança, com o distanciamento das carteiras e uso de máscaras e álcool gel disponível para todos.

Cercada de todas as medidas de biossegurança, a professora faz o trabalho de acompanhamento pedagógico- Foto: Divulgação