Philippe Coutinho pede cabeça erguida à Seleção Brasileira após empate

Philippe Coutinho pede cabeça erguida à Seleção Brasileira após empate
Lucas Figueiredo/CBF

Autor de dois gols na estreia diante da Bolívia, o meia Philippe Coutinho não conseguiu repetir a mesma atuação diante da Venezuela, nesta terça-feira, na Fonte Nova, em Salvador. O meia deu tudo o que pôde, mas o Brasil não furou a forte defesa da Vinotinto e saiu de campo com o 0 a 0 no placar.

Após a partida, Coutinho destacou a necessidade de reconhecer a atuação abaixo do esperado e de levantar a cabeça, já pensando no próximo jogo, contra o Peru, neste sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo.

– A gente tentou desde o início, foi um jogo difícil. Mas não tem desculpa, hoje não deu. Agora é trabalhar para o próximo jogo – disse em entrevista na beira do gramado.

E o jogo de sábado tem tudo para ser definitivo para o futuro do Brasil na Copa América. Ao fim da segunda rodada, o Brasil divide a liderança do grupo A com o Peru.

As duas seleções têm os mesmo quatro pontos, e a Amarelinha leva vantagem por ter um gol de saldo a mais. Ou seja, com uma vitória simples, o Brasil termina a primeira fase na primeira colocação. De olho neste duelo, Coutinho ressaltou o que considera importante para garantir a vaga.

– A gente sempre tem a pressão de fazer bons jogos, de ter o resultado.  Estamos jogando em casa, mas temos que ter a tranquilidade, manter o trabalho e o foco dentro de campo para as coisas fluírem – projetou.