Pesquisa via telefone exclui pré-candidatos do DEM, PT e Cidadania em Rondonópolis

urnas eletrônicas terão auditoria horas antes da eleição

Uma pesquisa eleitoral que está sendo realizada via telefone em Rondonópolis tem gerado polêmica nas redes sociais. O motivo é que a pesquisa não cita todos os pré-candidatos que colocaram os seus nomes à disputa.

Pelo menos dois pré-candidatos não tiveram os nomes colocados no levantamento. Um deles é o atual vice-prefeito Ubaldo Tolentino de Barros, que reclamou publicamente da exclusão do seu nome na pesquisa.

Ubaldo é pré-candidato pelo Cidadania e disse em uma live no projeto Tudo ao Vivo, conduzido pelos jornalistas Eduardo Ramos e Lucas Perrone, que não recua do seu projeto de disputar  a prefeitura.






Outro pré-candidato que também que teve o nome não apresentado na pesquisa, na pergunta estimulada é o vereador Thiago Muniz, que é pré-candidato a prefeito pelo DEM.

Thiago, no entanto, conta com o apoio do ex-prefeito Percival Muniz.

O médico Kleber Amorim, pré-candidato do PT, também não teve o nome colocado no levantamento. Na semana passada, o médico disse que há possibilidade do ex-presidente Lula vir à cidade pedir votos para ele.

Leia mais :

https://primeirahora.com.br/jornalistas-artistas-e-desportistas-se-preparam-para-disputar-cadeira-na-camara-de-rondonopolis/