Perfil democrático de Pátio pode ser fundamental para resolver situação do IMPRO

Perfil democrático de Pátio pode ser fundamental para resolver situação do IMPRO

O prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) tem tido um perfil democrático na maioria das suas decisões. O prefeito sempre tem valorizado a democracia para tomar as suas decisões e isso é um dos motivos do seu sucesso na política e na gestão da prefeitura de Rondonópolis.

Nesta semana, o prefeito se sentiu obrigado por meio de um parecer da Procuradoria Geral do Município em não dar posse ao presidente eleito do Instituto Municipal de Previdência dos Servidores Públicos de Rondonópolis (Impro) , Roberto Carlos Corrêa

Vale destacar que Roberto, que disputou em chapa única, teve aprovação de 95% dos eleitores que participaram do processo eleitoral para a escolha do novo presidente do Impro, no final do ano passado.
A alegação da Procuradoria é que ele não poderia, neste momento, concorrer à reeleição. No entanto, o nome de Roberto, além de ter respaldo dos servidores para entrar na disputa, foi aprovado por uma comissão eleitoral, composta por servidores do executivo e legislativo.

Não houve, por parte da Comissão Eleitoral, qualquer tipo de questionamento desse tipo. Em resumo, não houve impedimentos legais para que ele entrasse na disputa.

A informação dos bastidores é que o prefeito teria sido influenciado por algumas pessoas para tomar essa decisão. Da mesma forma, que no final do ano passado, Pátio foi também influenciado na questão de repasses do Fundeb; o prefeito decidiu ouvir outras pessoas e conseguiu rever a decisão inicial e garantir o pagamento das sobras aos trabalhadores da educação.

Pátio possivelmente vai ampliar o leque de pessoas para opinarem sobre o assunto e tomar a decisão mais acertada que é ouvir a maioria.

Noticias Relacionadas