Pedro Taques e os prefeituráveis de Rondonópolis

pedro taques e os prefeituráveis de rondonópolis

O governador Pedro Taques (PSDB) tem uma missão árdua nos próximos 60 dias.
Taques precisa manter o bom diálogo com os três prefeituráveis de Rondonópolis e ao mesmo tempo confirmar apoio incondicional ao candidato do seu partido Rogério Salles.
Ocorre que além da amizade e a boa relação com Salles, o maior nome tucano de Mato Grosso tem laços estreitos com Percival Muniz e bom relacionamento com José Carlos do Pátio, um dos principais aliados na Assembleia Legislativa.
O que se comenta é que dificilmente o governador conseguirá dividir palanques e o desgaste pós-eleições é quase inevitável.
Mas de olho em 2018, a ordem é adotar o diplomacia e reparar os estragos nos primeiros dias depois do pleito.