Pastor sugere que ataque pode ter sido ordenado por religioso

pastor sugere que ataque pode ter sido ordenado por religioso



O pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, sugeriu, em vídeo postado na noite de domingo, que o ataque com um facão do qual foi vítima durante culto em templo do Brás, região central de São Paulo, foi encomendado por algum outro religioso.

O pastor levou um golpe de facão no pescoço, desferido pelo ajudante geral Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, preso em flagrante. “Ninguém mexe com a minha fé, ninguém tira a minha fé. Provavelmente tenha sido até um religioso que mandou fazer isso. Mas não ore contra ninguém. Não funciona. Ore a favor. Ore pra Deus abençoar o mandante, abençoar esse que fez. (…) E quem mandou ele [o suspeito] fazer isso, deve estar bem frustrado agora. Que Deus te abençoe e tire esse ódio do seu coração”, disse o pastor, que fundou a Igreja Mundial do Poder de Deus após romper com o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual era egresso.

O pastor recebeu alta do hospital no início da tarde de domingo. Ele foi ferido por volta das 7h30 de domingo e foi socorrido pelos seguranças da igreja, cena que foi transmitida ao vivo pelo canal da instituição, e encaminhado ao hospital Sírio-Libanês. Lá, passou por um procedimento para costurar o corte e levou 25 pontos. Por volta das 12 horas, já estava liberado para ir para casa.

Via Veja Notícias