Parceria resultará em projeto inovador para a educação

seduc proporciona pedagogia diferenciada a estudantes estrangeiros



Uma parceria firmada entre o Governo do Estado e a organização não-governamental Ensina Brasil possibilitará o desenvolvimento de um projeto inovador nas escolas de Mato Grosso. A organização traz para o Brasil a fórmula bem-sucedida do Teach For All, adotada por mais de 40 países, sendo 10 na América Latina, que pretende atrair jovens talentos e desenvolver agentes transformadores para contribuir com a melhoria da educação.

O programa prevê o recrutamento e formação de jovens comprometidos com a educação, para ensinarem em escolas dos ensinos Fundamental e Médio que apresentam baixos índices de desempenho.

Nesta segunda-feira (21.03), o governador Pedro Taques, o secretário de Planejamento, Marco Marrafon, e o secretário adjunto de Política Educacional da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Gilberto Fraga de Melo, se reuniram com representantes do Teach For All e do Ensina Brasil para debater os detalhes da parceria, iniciada no Fórum de Governadores Brasil Central.

Após a assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica, que está sendo finalizado pelas equipes jurídicas das secretarias de Planejamento, Educação e Gestão, a Ensina Brasil dará início ao recrutamento dos participantes.

“Em Mato Grosso há 754 escolas. Eu já visitei 66 e até o final da minha gestão quero ter visitado ao menos 400 escolas. Nas escolas eu converso com alunos, pais, professores. Acredito que, se conseguirmos fazer da escola um centro de referência dentro da comunidade, nós poderemos mudar a realidade daquela comunidade e vocês vão nos ajudar a alcançar isso”, disse o governador Pedro Taques.

Agentes de transformação

Depois de passarem por um rigoroso critério de seleção, que envolve análise de currículo e entrevistas, entre outras etapas, os participantes serão capacitados para atuarem como professores, levando para as salas de aula a metodologia inovadora proposta pela organização e aprovada em diversos países. Inicialmente serão recrutados aproximadamente 30 novos professores, número que poderá ser ampliado posteriormente.

Gilberto Fraga explicou que a Secretaria de Educação pretende enviar os novos professores a municípios do interior do Estado.

“Queremos garantir à população um estado de transformação a partir da escola. Nossos alunos e as comunidades onde vivem precisam ser ‘contaminados’ por atitudes melhores, que possam significar um futuro para eles. Neste contexto, entendo que esse projeto será muito importante para alcançarmos a transformação que queremos”, afirmou.

Teach for all

Segundo Erica Butow, presidente da Ensina Brasil, mais de 50 mil pessoas já passaram pelo programa e 65% delas continuam ligadas ao setor educativo, atuando nas mais diferentes áreas.

“Os participantes que a organização recruta conta com o suporte oficialmente por dois anos dentro da sala de aula, porém após passarem por essa experiência única, muitos decidem continuar atuando na área da educação. Alguns seguem como excelentes professores, outros se tornam diretores de escola, gestores públicos, empreendedores sociais, pesquisadores, etc. Acreditamos que todo aluno pode aprender e não aceitamos que suas oportunidades sejam determinadas pela sua classe social. Acreditamos que pessoas são fundamentais para essa transformação e é por isso que queremos criar esse movimento pela educação” relatou.

Erica afirmou ainda que a ideia do projeto é que, trabalhando em conjunto com a comunidade, os participantes contribuam para a escola, empoderando e trazendo uma perspectiva diferente para os alunos, ao mesmo tempo em que também são impactados pela experiência.

Phil MacComish, vice-presidente da Teach for All, disse que Mato Grosso deve ser pioneiro na implantação do projeto no Brasil.

“Estou muito animado com a parceria que estamos firmando com o estado de Mato Grosso. Sei que a transformação que vocês almejam não é fácil de ser alcançada e queremos dar a nossa contribuição para isso”, afirmou.

O recrutamento e preparação dos estudantes serão feitos pela Ensina Brasil e, durante o projeto, eles contarão ainda com o acompanhamento de um tutor.

O secretário Marco Marrafon destacou os benefícios que o programa poderá trazer para o Estado e garantiu suporte integral da Secretaria de Planejamento na elaboração dos documentos necessários para dar início aos trabalhos.

“Precisamos pensar sempre em mudanças de práticas que resultem em melhorias. Estou certo de que, além de excelentes professores, esses jovens serão verdadeiros agentes transformadores”, concluiu.